Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

quarta-feira, 2 de março de 2022

Não existe mais polarização com Sarney, diz Flávio Dino

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB) afirmou em entrevista nesta terça-feira (1º) que não há mais polarização entre seu grupo e o ex-presidente José Sarney (MDB) no estado. “A polarização [com o Sarney] foi se diluindo ao logo do tempo. Hoje, ela inexiste”, afirmou.

Questionado sobre seu apoio à pré-candidatura do vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), ao Governo do Estado, mesmo com a proximidade histórica do tucano com Sarney, Dino explicou que o grupo do ex-presidente está estratificado.

“Hoje, nós tempos pessoas historicamente ligadas ao grupo Sarney ligado a candidato A, a candidato B, candidato C. Então eu não sei se, em algum momento, eles atuarão como grupo. O vice-governador Brandão terá apoio, provavelmente, de uma parte do grupo Sarney. Outras partes estão com outros candidatos. Agora eu realmente acho que, em termos de organização partidária, isso só vai ficar mais nítido mais adiante. Se essa fragmentação do grupo Sarney vai se manter em várias candidaturas ou se eles vão se unificar no apoio a uma única candidatura”, ponderou o governador.

Mesmo assumindo que parte do grupo provavelmente apoiará Brandão nas eleições de 2022, o governador garantiu que não está participando das negociações.

“Houve essa reconfiguração da política do Maranhão. O grupo liderado pelo ex-presidente José Sarney, hoje, é pequeno. Não que seja inexistente, mas é muito reduzido. Continua a ter sua importância, mas não ocupam mais um dos polos da disputa estadual. O tempo altera as relações políticas. (…) Acho que o grupo liderado pelo ex-presidente Sarney vai participar da eleição estadual, porém, se aliando a outros grupos. E isso ainda é um debate aqui na política maranhense. Eu próprio não tenho participado desse tipo de negociação“, pontuou. As informações são da TV Guará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com