Propaganda Superior

Propaganda Superior

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Articulação de Simplício Araújo e empresários maranhenses ajudam a salvar vidas e reduzir mortalidade por Covid-19 no estado

"De reconhecimento inquestionável", diz paciente recuperado de Covid-19 sobre doações de respiradores a Bacabal

“A fisioterapia respiratória dos pacientes da Covid-19 pôde ser ampliada qualitativamente pelos respiradores adquiridos pelo Governo do Estado. Milhares de vidas foram salvas. Essa assistência respiratória foi e sempre será de vital importância”, conta Pedro Netho dos Santos Amorim, de 29 anos, sobre sua recuperação no Hospital Macrorregional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal, após diagnóstico do novo coronavírus.

Para o jovem, a compra dos 187 respiradores – uma iniciativa da rede solidária formada por empresários que atenderam às demandas da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) – foi uma decisão importante para a sua saúde e a de milhares de maranhenses.

“A compra desses aparelhos foi uma das maiores aquisições deste governo [estadual], onde mostrou que a ciência, a tecnologia e os cuidados com a saúde da população diminuiram os impactos devastadores da pandemia. O cenário de emergência da saúde pública carece de esforços de todos nós. Quem sofreu como eu sofri, com 80% dos pulmões comprometidos, sabe o que significam estratégias dessa natureza”, comemorou Pedro Netho.

A fala do jovem de 29 anos reforça três características essenciais neste momento de enfrentamento à pandemia da Covid-19: diálogo, solidariedade e saúde. Estas três palavras fazem parte de ações estratégicas executadas pelo secretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo.

“Minha família, como tantas outras famílias maranhenses, sabem que um desespero desse só pode ser amenizado pelo poder de Deus e pela responsabilidade dos homens. As ações de aquisições de equipamentos de proteção individuais, qualificação de profissionais da saúde, implantação de hospitais de campanha e testagem foram muito importantes. A habilidade do secretário Simplício Araújo é de reconhecimento inquestionável por ter se desdobrado com alto know-how para aquisição destes respiradores. Foi a perfeita combinação de atitude e trabalho”, acrescentou.

Ao todo, foram 187 respiradores comprados em abril. Além destes equipamentos, comprados na China por meio de doações de empresários que se uniram ao Governo do Estado, também foram adquiridos à Seinc aproximadamente 200 mil máscaras N95, termômetros, álcool 70 e em gel, além de doações de testes rápidos e serviços gratuitos aos profissionais de saúde locais.

A conquista destes materiais, que somados representam uma arrecadação de mais de R$ 20 milhões em doações para a saúde do Maranhão, foram comemorados por agentes da saúde em todo o Estado. “Sem esses equipamentos, seria inviável o atendimento do paciente grave de Covid-19. Nossas equipes vibravam cada vez que conseguíamos montar um leito com respirador, dada a importância para a recuperação do paciente com coronavírus”, analisa Patrícia Mendonça, diretora-geral do Hospital Macrorregional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal.

A diretora comentou, ainda, que os respiradores foram fundamentais em casos como o de Sebastião Malhao de Brito, de 87 anos. “[Senhor] Sebastião é um exemplo da importância do respirador. Por mais que nossos médicos e toda nossa equipe se empenhassem nos cuidados, se não tivéssemos os respiradores, ele não teria sobrevivido, dado o agravamento do seu caso. Somos gratos ao Governo do Estado pelo comprometimento e cuidado com a nossa unidade, em nos dar condições de atendermos com eficiência e zelo a todos os nossos pacientes”, acrescentou Patrícia.

O secretário Simplício Araújo analisa o impacto deste ato de solidariedade das empresas em prol do fortalecimento da rede pública de saúde e do enfrentamento ao coronavírus. “A parceria entre poder público e iniciativa privada reforça nosso objetivo de combater a pandemia da Covid-19 de forma estratégica, sempre pensando nos melhores resultados para a sociedade civil. Seguiremos trabalhando de forma incansável, sob o comando do governador Flávio Dino, para que todos os compromissos firmados sejam cumpridos”, pontuou.

Doações

As doações foram feitas por empresas como Ômega Energia, Alumar, Eneva, Grupo Mateus, EDP Linhas de Transmissão, Suzano, Gera Maranhão Energia, Universidade Ceuma, Heineken, Lavronorte, Fribal, Grupo Maratá, Comercial Rofe, Centro Elétrico, Potiguar, Roque Aço Cimento, Revest Com. e Serviços, COC, Dínamo Engenharia, Faculdade ISL Wyden, Vale, Canopus, Sinduscon, Silveira Engenharia, Dimensão Engenharia, Construtora Escudo, Lua Nova Engenharia, Alfa Engenharia, RJ distribuição, RBC Construçoes e Constans. 

Outras empresas, como Agro Serra, Ambev, Grupo Maratá, FC Oliveira, Guaraná Psiu e Solar Coca-Cola, se uniram e doaram mais de 600 mil litros de álcool para unidades de saúde do Estado.

Imperatriz

Em julho, a Seinc articulou a entrega de mais dez respiradores ao Maranhão, equipamentos destinados ao auxílio no tratamento de pacientes na cidade de Imperatriz, doados pela empresa Suzano Papel e Celulose.

Os aparelhos fazem parte da ação estratégica do Governo do Estado para fortalecer o combate ao coronavírus na Região Tocantina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com