Assembleia Legislativa

terça-feira, 27 de junho de 2017

Ex-vice-prefeito de Timon está decepcionado com Flávio Dino e admite deixar o PC do B

O ex-vice-prefeito de Timon, médico Danisio Marabuco diz que ficou decepcionado com decisão de Flávio Dino e admite deixar o PCdoB para disputar mandato eletivo em 2018.

Danisio antes de ter ficado decepcionado com Dino
Estoura crise no PC do B após o governador Flávio Dino demitir o ex-vice-prefeito de Timon, médico Danisio Marabuco da diretoria geral do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco. Sobre a decisão de demiti-lo da direção do hospital o médico disse que não houve surpresa porque Flávio Dino cedeu às pressões do grupo político que comanda a prefeitura de Timon. 

Sobre o governador Flávio Dino o ex-vice-prefeito disse que está não está magoado, “[...], porém, decepcionado com a condução política da aliança que ajudei a conquistar o poder estadual maranhense. Infelizmente vivemos um retrocesso e mesmice no "modus operandi" da política brasileira, seja por governos de esquerda, centro ou direita.  Onde,  gestores com conhecimento técnico, bem avaliados pela sociedade e resolutivos, em especial na saúde,  são substituídos em face da ganância de políticos "inescrupulosos" que,  se arvoram de funções públicas para seus auxiliares, sem estes terem o devido preparo e conhecimento na área...”.

Pela primeira vez, após a demissão da direção geral do Hospital Alarico Pacheco, o médico Danisio Marabuco, admitiu disputar um mandato eletivo em 2018 por outra agremiação partidária fora o PCdoB, partido de Flávio Dino.

As informações são do Blog do Ademar, confira aqui a íntegra da entrevista exclusiva com o médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com