Propaganda Superior

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Othelino destaca em fórum ações da Alema que incentivam a participação feminina na política

Othelino Neto defendeu a participação feminina na política durante o I Fórum da Mulher Vereadora do Maranhão em Carolina
O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), defendeu a participação feminina na política, no I Fórum da Mulher Vereadora do Maranhão, realizado, nesta sexta-feira (13), no plenário da Câmara Municipal de Carolina. O evento é uma iniciativa da União de Vereadores e Câmaras do Maranhão (UVCM).

Em sua fala, o chefe do Legislativo Estadual elencou ações da Casa para incentivar a participação de mulheres na política e combater a violência doméstica. “Nós temos dado recados positivos, no sentido de promover o empoderamento feminino. Na Assembleia, temos nove vagas na Mesa Diretora. Destas, cinco são de deputadas, ou seja, elas são a maioria. Também  instalamos na Casa a Procuradoria da Mulher, que atua, principalmente, no combate à violência de gênero, um problema ainda muito alarmante no país, o que nos levou a aprovar, por unanimidade, uma resolução proibindo a nomeação de homens condenados por violência doméstica. A Assembleia do Maranhão é a primeira do Brasil a criar esta vedação legal”, explicou o parlamentar.

A capacitação e o ingresso de mulheres na política também foram enaltecidos pelo  deputado Dr. Yglésio e pelo secretário chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, também presentes no evento. “Capacitar as mulheres, que hoje ainda têm uma representatividade muito pequena dentro da política, é essencial. Na Alema, por exemplo, elas ocupam apenas 20% das vagas, e na Câmara de São Luís, muito menos. Então, espaços de conscientização e de informação que fazem com que as mulheres entendam a importância de participar é uma iniciativa que faz com que, embora a longo prazo, consigamos reverter essa discrepância ainda tão evidente”, acentuou. 

“A representação feminina na política brasileira ainda precisa ser discutida. Por isso, eventos como esse são relevantes para que possamos melhorar. Parabenizo os vereadores pela realização do evento e o nosso presidente Othelino, por trazerem a temática em boa hora, já que estamos perto das eleições” , completou Tavares. 

O evento, que teve início na quinta-feira (12), conta com o apoio do Parlamento Estadual. Para o vereador Asaf Sobrinho, presidente da UVCM, a parceria da Assembleia é essencial para a boa atuação da entidade. “Nós temos ganhado uma repercussão muito grande no estado, graças à parceria da Alema. Com a visão do presidente Othelino de abrir o espaço para o parlamento municipal, houve um crescimento muito grande, o que tem contribuído para chegarmos ao patamar onde estamos hoje“, ressaltou. 

Palestras 

O ciclo de palestras do encontro contou com a presidente nacional do PDT, Miguelina Vecchio. Ela discorreu sobre as eleições e a participação feminina na política. “Nós temos que querer o poder, porque é o poder que transforma a política. O problema é que a maioria das mulheres não quer sair da sua zona de conforto, porque enxerga a política como algo sujo, mas não adianta não gostar de política, é preciso mudá-la, e para mudar, nós temos que entrar nela e com a consciência do que podemos fazer pelas mulheres”, avaliou. 

Neste mesmo sentido, a presidente da Câmara Municipal de Carolina, vereadora Lys Jácome, e a presidente Nacional da Mulher Vereadora, vereadora Regilda Santos, se pronunciaram. “Precisamos nos impor em relação àquilo que descordamos e impor na sociedade os nossos valores na política ou em qualquer meio que quisermos, pois o lugar da mulher é onde ela quiser estar”, afirmou Jácome, que também é presidente do Fórum Estadual de Mulheres Vereadoras. 

“Ainda há uma discriminação muito grande em reação a mulher na política e nós trabalhamos para ampliá-las na política, para que elas compreendam a importância de trabalhar em função do povo", acrescentou Regilda Santos, da cidade de Bacabal. 

Outra palestra proferida no Fórum foi a do diretor de Administração da Assembleia, Antino Noleto, que tratou das novas regras das eleições municipais, com foco para as candidatas que pretendem concorrer ao pleito em 2020. “Se as mulheres não têm a oportunidade de representar seus interesses e serem ouvidas, as transformações que elas precisam que sejam feitas na legislação e no estado para beneficiá-las, com certeza demorarão muito mais a acontecer. Por isso, é importante a mulher estar na política e esses eventos são um meio de construção para alcançar essa meta”, disse Noleto. 

Incentivo à Cultura e ao Turismo

Na oportunidade,  o presidente Othelino Neto anunciou a criação da Comissão Permanente de Cultura e Turismo, proposta que deverá ser apreciada e aprovada no início de 2020. “É uma forma de estimularmos o desenvolvimento dessa importante vocação econômica para o Maranhão e, também, para a área cultural. Um dos desafios e que, certamente, será pauta permanente na Comissão, é fazer com que se valorize e se conheça mais o potencial turístico dessa região”, pontuou. 

O prefeito da Carolina, Erivelton Texeira, vereadores, vereadoras e a população local e de municípios do entorno participaram do evento.

Ministro do Turismo manda mensagem para os caxienses

Ministro do Turismo fala sobre o Mirante da Balaida em Caxias
Confira no vídeo acima a mensagem do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio para os caxienses e também ao prefeito Fábio Gentil parabenizando pelo Complexo Turístico Mirante da Balaiada que mereceu destaque nacional.

Juiz João Pereira Neto toma posse na Comarca da Ilha de São Luís

Juiz João Neto é empossado pelo desembargador Joaquim Figueiredo na Comarca da Ilha
O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Joaquim Figueiredo, acompanhado pelo presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), Angelo Santos, deu posse ao juiz João Pereira Neto no cargo de juiz de Direito auxiliar da Comarca da Ilha de São Luís. A cerimônia ocorreu nesta sexta-feira (13), no Gabinete da Presidência.

Após assinar o Termo de Compromisso e Posse, lido pelo diretor-geral do TJMA, Mário Lobão, o desembargador Joaquim Figueiredo parabenizou o magistrado desejando a continuidade do trabalho profícuo realizado na Comarca de Caxias na Comarca da Ilha. O juiz era titular do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Caxias quando foi promovido por antiguidade para entrância final, na Sessão Plenária Administrativa de 4 de dezembro.

CARREIRA

João Pereira Neto ingressou na magistratura em novembro de 2001, sendo logo titularizado na Comarca de Santa Luzia do Paruá. Depois atuou em Buriti, quando foi promovido para a Comarca de Grajaú. A pedido, foi removido para as Comarcas de Barra do Corda e Caxias, onde permaneceu até esta data. “É um momento de alegria, porque depois de 18 anos rodando as comarcas do interior do Estado consegui chegar à capital, que é o sonho de todo magistrado. Agradeço a Deus e à Santa Luzia, pelo seu dia hoje”, comenta o juiz.

A solenidade contou com a presença do procurador-geral do Ministério Público no Tribunal de Contas, Paulo Reis, e familiares do magistrado João Pereira Neto.

REMOÇÃO

O presidente Joaquim Figueiredo também deu posse ao juiz de Direito Francisco Eduardo Girão Braga, representado por procuração pelo juiz Alistelman Mendes Dias Filho, no cargo de juiz da Vara Única da Comarca de Buriti. Ele foi removido da Vara Única da Comarca de Tutoia, a pedido, pelo critério de antiguidade.

Em reunião, Paulo Marinho volta a defender o Porto Seco de Caxias

Mais uma vez o ex-prefeito Paulo Marinho defendeu a instalação do Porto Seco de Caxias
O ex-prefeito de Caxias Paulo Marinho defendeu nesta quinta-feira (12), em reunião com políticos, empresários e autoridades governamentais a instalação do Porto Seco de Caxias. Marinho com elementos precisos mostrou que além da geração de empregos e negócios o Porto Seco de Caxias poderá ser importante fonte geradora de impostos estaduais e municipais pois fomenta um giro incomum na economia regional.

Para Marinho, o Porto Seco não servirá apenas para desembaraçar mercadorias, mas, por sua localização e logística privilegiada vai servir como polo de atração de empresas, além de novos empreendimentos. "Temos a melhor logística, temos todos os modais, só falta decisão. Caxias, com quase 200 mil habitantes e um entorno que abriga mais de 1 milhão de pessoas é a cidade mais adequada para implantação do Porto", disse Paulo Marinho.

Charge do Dia: A dor de cabeça causada por abóboras

Abóbora causa até dor de cabeça?

Promulgada emenda que permite transferência direta de recursos por parlamentares

Emenda constitucional foi promulgada em sessão solene no Congresso nesta quinta-feira (12) e vai beneficiar estados, municípios e o Distrito Federal
Em sessão solene no Plenário do Senado Federal, o Congresso Nacional promulgou nesta quinta-feira (12) a Emenda Constitucional (EC) 105/2019, que acrescenta o art.166-A, autorizando a transferência direta a estados, municípios e ao Distrito Federal, de recursos de emendas parlamentares individuais ao Orçamento. O novo artigo entrará em vigor em 1° de janeiro de 2020.

Conduzida pelo presidente, Davi Alcolumbre, a sessão solene do Congresso teve a participação de vários parlamentares, entre eles, os senadores Elmano Férrer (Podemos-PI), Paulo Rocha (PT-PA), Nelsinho Trad (PSD-MS), Weverton (PDT-MA), Chico Rodrigues (DEM-RR) e Irajá (PSD-TO), e os deputados federais Aécio Neves (PSDB-MG), Célio Moura (PT-TO), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Pedro Lupion (DEM-PR) e Eduardo Bismarck (PDT-CE).

— Dia histórico de mais um capítulo que o Parlamento brasileiro, o Congresso Nacional, faz concretamente, fazendo com que o pacto federativo, um debate estabelecido nesta Casa há muitos anos, possa acontecer de verdade — disse Davi Alcolumbre pouco antes de declarar promulgada a mais nova emenda à Constituição.

A EC 105/2019 é oriunda da PEC 48/2019, aprovada pelos senadores na quarta-feira (11). O texto original (PEC 61/2015) foi apresentado pela então senadora e atual deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), aprovado pelo Senado em abril de 2019 e enviado para a Câmara, onde recebeu a numeração atual. Como a PEC foi modificada pelos deputados, teve de retornar ao Senado.

De acordo com a nova emenda, os repasses podem ser feitos sem necessidade de convênio. As transferências são de dois tipos: transferência especial, quando o parlamentar encaminha recursos para o governo ou a prefeitura sem destinação específica; e transferência com finalidade definida, quando a verba vai “carimbada” para um uso determinado.

A fiscalização dessas transferências diretas será feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pelos órgãos de controle interno e tribunais de contas dos respectivos entes.

De acordo com a EC 105/2019, 70% das transferências especiais devem ser destinadas a investimentos e apenas 30% a custeio. Será proibida a utilização da transferência especial para o pagamento de despesas com pessoal (salários, aposentadorias e pensões) ou encargos referentes ao serviço da dívida pública. O texto também estabelece que 60% das transferências especiais realizadas no primeiro ano de vigência da emenda constitucional devem ser executadas até o mês de junho.

Cópias da nova emenda constitucional serão enviadas imediatamente à Câmara dos Deputados, ao Supremo Tribunal Federal (STF), à Presidência da República e ao Arquivo Nacional, ficando uma das cópias no Senado Federal.

Aécio Neves afirmou que o Congresso estava fazendo algo concreto e efetivo para todo o país. Ele disse que a EC 105 é uma obra coletiva de vários partidos e mostra que o país amadureceu. Para Aécio, esse é um dos passos mais importantes para o verdadeiro pacto federativo. Ele registrou ainda que 50% das emendas parlamentares individuais ao Orçamento continuarão sendo investidos obrigatoriamente na área da saúde.

— Os representantes da sociedade brasileira permitirão, através desta emenda, que os recursos públicos possam chegar não apenas às grandes, mas às médias e pequenas comunidades deste país, para melhorar a qualidade do atendimento da saúde, da educação, infraestrutura, gerando empregos. Quanto mais recursos nessas comunidades, quanto mais recursos descentralizados nós pudermos a partir daqui determinar, melhor será para a sociedade brasileira — disse Aécio.

O deputado Célio Moura disse que era um dia de comemoração para todos os municípios, pois investimentos serão acelerados em todos os estados e em todas as cidades com a desburocratização e a descentralização promovidas pela emenda constitucional.

O senador Nelsinho Trad afirmou que a promulgação era histórica em relação ao fortalecimento dos municípios.

— Resgatamos aqui, com essa promulgação numa tarde histórica, um pouco da dívida que nós devemos pagar aos municípios brasileiros. Eu sou um municipalista convicto e vou estar aqui sempre defendendo o fortalecimento dos municípios — disse Nelsinho Trad.

O senador Weverton classificou como um momento de grande importância para a municipalidade.

— Na hora em que nós aprovamos uma PEC [proposta de emenda à Constituição] onde nós damos total autonomia para o parlamentar mandar direto para o seu município a benfeitoria parlamentar, melhorar a ação na saúde, no esporte, na educação ou na cultura, a ação que assim ele desejar — porque ele já o faz — a gente terá sem dúvida nenhuma a condição de ajudar ainda mais a vida das pessoas lá na ponta — avaliou Weverton.

O senador Irajá disse que a medida vai beneficiar todos os municípios brasileiros ao desburocratizar e agilizar a liberação de recursos para todas as cidades do país, simplificando a vida dos municípios.

— Essa medida vai desburocratizar, vai agilizar a liberação de recursos em todos os municípios do país nas nossas emendas individuais impositivas. Como o nosso presidente lembrou, nós não podemos mais admitir que uma emenda parlamentar leve um ano, um ano e meio, dois anos para que possa ser executada. As pessoas não podem esperar tanto tampo. E, com esta medida, nós vamos dar muita celeridade à liberação desses recursos e à execução dessas obras importantes para o nosso país e para os nossos municípios — disse.

Para o senador Chico Rodrigues, a promulgação demonstra o amadurecimento da democracia brasileira.

— São dezenas, centenas, milhares de obras que estão aí a necessitar de recursos menos burocratizados. Eu fazia um cálculo rápido aqui na ponta do lápis e verificava que, dos 513 deputados federais e 81 senadores, com as emendas individuais impositivas, dá um volume de recurso de quase R$ 9 bilhões, que sairão dos corredores sinuosos da burocracia e passarão diretamente à aplicação nos estados, nos municípios e no Distrito Federal. Portanto, entendo que esse é um momento novo. É a Constituição cada vez mais se revigorando — declarou.

Ao final da sessão, o presidente Davi Alcolumbre lembrou que foi do senador Irajá a ideia de resgatar a PEC antiga de Gleisi Hoffmann, sugestão que acabou encampada por todos os líderes. Davi disse ainda que a EC 105 fortalece a democracia, a Federação e os entes federados.

— A solução do problema das pessoas está na política. E essa é mais uma demonstração de que a política tem se esforçado e tem conseguido avançar muito com respeito às pessoas, com respeito ao Parlamento. E, com certeza, saímos do ano de 2019 provando ao Brasil e provando aos brasileiros que o tão sonhado pacto federativo se concretiza com ações, como a promulgação dessa emenda constitucional. Estamos hoje tendo a oportunidade de dar um passo gigantesco no sentido da economia do recurso público. Com certeza, absoluta, ficaremos registrados na história como o Congresso brasileiro que mais fez justiça aos estados, aos municípios e ao pacto federativo — declarou Davi. (Agência Senado).

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Foto-fofoca: Alinhamento para 2020

Catulé & 'Cabeludo'
Na imagem acima o presidente da Câmara de Caxias, vereador Catulé com o prefeito Fábio Gentil, o 'Cabeludo', num bate-papo. Sem suco e sem água, dizem as boas fontes que as eleições 2020 teve uma atenção especial na pauta entre os dois políticos.

Só no início de dezembro: R$ 11,4 milhões nas contas da prefeitura de Timon

Quase R$ 11,5 milhões nas contas da prefeitura de Timon no início deste mês
Total de repasses no período
Segundo o Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil (veja), só nos primeiros doze dias deste mês entrou nas contas da prefeitura de Timon mais de R$ 11,4 milhões.

Essas cifras milionárias repassadas ao município de Timon nesses primeiros dias de dezembro corresponde as transferências constitucionais feitas pela União e consiste da distribuição de recursos provenientes da arrecadação de tributos federais ou estaduais.

Como mostra a imagem acima, são exatos R$ 11.497.854,83 o total de repasses nesse período.

Aldeias Altas: Nove denunciados por esquema de desvio de recursos públicos

Irregularidades no processo de licitação e na execução de um contrato de limpeza urbana no Município de Aldeias Altas, em 2017, levou o Ministério Público a protocolar uma Denúncia, em 29 de novembro, contra nove pessoas. Entre os envolvidos estão empresários e servidores públicos municipais. O contrato inicial e seus aditivos resultaram em um prejuízo de R$ 3.738.027,44 no período de fevereiro de 2017 a janeiro de 2019.

Figuram na Denúncia Paulo Roberto Feitosa Wanderley, Melissa Lima Barroso Moura, Milena Lima Barroso Moura, Paulo Valério Mendonça, George Luis Damasceno Borralho, Antônio José Sousa Paiva, Hidiogenes Soares Lima, Jaime Neres dos Santos e Kelliane da Silva Santos.

O pregão presencial n° 10/2017 tinha o objetivo de contratar empresa para a realização de serviços de limpeza pública em Aldeias Altas. As investigações do Ministério Público, no entanto, apontaram que o processo licitatório foi “fabricado” para dar aparência de legalidade à contratação da empresa M L Barroso Moura – ME (Impacto Empreendimentos). Outra empresa do grupo, a Impacto Construção Civil Ltda., também participou do certame.

As irregularidades surgem desde o termo de referência que embasou a licitação, no qual foram inseridas tabelas com descrição do objeto de forma genérica, para as quais o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Antônio José Sousa Paiva, não sabia explicar como havia chegado àqueles valores. O valor global pela prestação de serviços em 12 meses era previsto em R$ 2.566.169,00, “valor altíssimo para um município do porte de Aldeias Altas”, avalia o promotor de justiça Francisco de Assis da Silva Júnior, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Caxias, comarca da qual Aldeias Altas é termo judiciário.

Muitos dos encargos aplicados estavam acima da previsão legal, com o objetivo de aumentar o valor estimado do contrato. Também foram criados artifícios com o objetivo de afastar eventuais concorrentes, como a exigência de que o edital fosse retirado na Comissão de Licitação do município.

A proposta vencedora, no valor de R$ 2.181.805,64, estava, portanto, abaixo dos R$ 2,5 milhões estimados, tentando demonstrar benefício à administração pública.

Já na fase de execução do contrato, verificou-se que o Município de Aldeias Altas não exercia ações de fiscalização da limpeza pública. Depoimentos também apontaram que todos os pagamentos eram realizados em espécie, um indício de lavagem de dinheiro. A gestão do dinheiro para pagamento de pessoal era feita, inclusive, na própria sede da prefeitura.

ORGANIZAÇÃO

De acordo com a Denúncia, a organização criminosa – que também agia em outros municípios maranhenses – era formada por três núcleos. O núcleo central era formado por Melissa Lima Barroso Moura, Paulo Roberto Feitosa Wanderley e Milena Barroso Moura, que também eram os responsáveis pela lavagem de dinheiro.

O núcleo operacional era composto por Paulo Valério Mendonça e George Luis Damasceno Borralho, enquanto o “núcleo público” era formado pelos servidores Antônio José Sousa Paiva, Hidiogenes Soares Lima, Jaime Neres dos Santos (presidente da Comissão Permanente de Licitação) e Kelliane da Silva Santos (pregoeira, filha de Jaime Neres). Esse último núcleo só teria conhecimento sobre as práticas criminosas realizadas em Aldeias Altas.

“O modo como foi operacionalizado o procedimento licitatório, bem como a fiscalização do serviço, seleção de funcionários pela empresa, pagamento em espécie realizado na sede da prefeitura e vários outros, verifica-se que os denunciados se aproveitaram da fragilizada organização administrativa do Município de Aldeias Altas para apropriarem-se de dinheiro público, em prejuízo aos cofres municipais e à sofrida população do município”, avalia, na ação, o promotor Francisco de Assis da Silva Júnior.

HÍGIA

O caso das irregularidades em Aldeias Altas havia motivado a Operação Hígia, em 16 de julho deste ano. Na ocasião, o Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e a Polícia Civil deram cumprimento a mandados de prisão temporária e de busca e apreensão nas cidades de Aldeias Altas, Caxias e São Luís.

Durante a operação, foram presos temporariamente Antônio José de Sousa Paiva e Jaime Neres dos Santos. Este último também foi preso em flagrante por posse ilegal de arma e o primeiro, por subtração de documento público.

Na época, as investigações já apontavam que o procedimento licitatório teria sido superfaturado e foram identificados indícios de associação criminosa com o objetivo de fraudar a licitação, envolvendo tanto a empresa vencedora e uma das perdedoras, a Impacto Construção Civil Ltda., cujo responsável legal, Paulo Valério Mendonça, recebeu mais de R$ 1 milhão da empresa M L Barroso Moura - ME.

Além disso, foi constatado que a empresa investigada também fez transferências bancárias para familiares do secretário municipal de Infraestrutura, Antônio José Sousa Paiva, e do presidente da Comissão Permanente de Licitação, Jaime Neres dos Santos. As informações são do MPMA.

Divulgada taxa de ocupação hoteleira em São Luís e Barreirinhas para o reveillon

O Maranhão vem se notabilizando como um dos principais destinos turísticos do Brasil. E para comprovar a preferência dos turistas pelas belezas dos atrativos turísticos maranhenses, o Booking, considerado o maior site de reserva, tarifas de viagens e de mecanismo de busca para hospedagem de hotéis, divulgou que a taxa de ocupação hoteleira para as cidades de São Luís e Barreirinhas, para o Reveillon, registrou até o momento, 89% e 80%, respectivamente no período entre 31 de dezembro de 2019 a 1° de janeiro de 2020.

O secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, destacou o registro de mais um expressivo índice na ocupação hoteleira do estado e a preferência dos turistas pelos atrativos turísticos maranhenses.

“A cada dia estamos acompanhando o engrandecimento dos nossos destinos. É motivo de grande felicidade saber que as belezas naturais e históricas do nosso Maranhão, terra de encantos tem dominado a preferência dos turistas”, destacou o secretário.

Dados de levantamentos realizado pelo Observatório do Turismo sobre a ocupação hoteleira durante os feriados e alta temporada no Maranhão em 2019 apontaram crescimento. A expectativa do setor hoteleiro de São Luís e Barreirinhas é de que a essa porcentagem de ocupação chegue a 100% nos próximos dias com a aproximação das festas de final de ano.

Seguindo a onda de cenário positivos para o período, o setor revelou também uma estimativa de projeção de crescimento de 6% no fluxo de visitantes na capital para este ano. Segundo a pesquisa, o fluxo de passageiros no aeroporto Marechal da Cunha Machado em São Luís somente neste ano, entre os meses de janeiro a outubro já obteve um crescimento de aproximadamente 5% em comparação a 2018, o que equivale a mais de 60 mil passageiros embarcando e desembarcando na capital. A expectativa até o final do ano é de mais R$ 1,7 milhão de passageiros no Aeroporto Marechal Cunha, de acordo com dados da Infraero.

Deputados de todas as correntes políticas destacam trabalho de Othelino como presidente da Assembleia

Parlamentares das mais variadas correntes políticas e ideológicas destacaram, nesta quarta-feira (11), no plenário da Assembleia Legislativa, o trabalho e a liderança do presidente Othelino Neto (PC do B) à frente da Presidência da Casa. Os parlamentares consideraram sua atuação muito produtiva e realizada com sabedoria e sensibilidade. O primeiro a se manifestar foi o deputado Marco Aurélio (PCdoB), no Grande Expediente da sessão plenária, ao afirmar que não poderia fechar a sessão legislativa sem destacar as qualidades do presidente do Parlemento Estadual. .

"O presidente Othelino Neto é um grande quadro político do Maranhão. E nesse sentido, quero destacar avanços importantes que sua liderança conseguiu conduzir a partir de pleitos desta Casa. Eu trago aqui uma matéria muito bem feita do jornalista Ribamar Corrêa, que escreve no site Repórter Tempo e é um dos grandes analistas da política do Maranhão. Faço questão de destacar a leitura profunda que o jornalista faz da liderança de V. Ex.ª . Eficiência de gestão que consegue dinamizar o trabalho da Assembleia e, assim, potencializar cada vez mais a atuação de cada deputado e deputada. Uma prova disso é o Assembleia em Ação. Que trabalho bonito! Já foram três edições e vai avançar no próximo ano para mais regiões. Destaco o papel da liderança de V. Ex.ª, deputado Othelino, como grande articulador para o recurso de R$ 100 mil de cada deputado para o Aldenora Bello. Uma grande ação e demonstração de sua liderança e sensibilidade".

Continuou: "Quero dizer que, talvez, as disputas proporcionais não mais lhe virão porque V. Ex.ª está num patamar de uma liderança consolidada em todo o Estado, de liderar o povo e, também, de liderar líderes. Isto é muito importante. É um reconhecimento de todos os pares desta Casa. Seja o caminho que V.Ex.ª  percorrer, não estará sozinho, contará sempre com a nossa confiança, com nossa disposição de caminhar ao seu lado".

O pronunciamento do deputado Marco Aurélio foi permeado de apartes de colegas, a exemplo da deputada Cleide Coutinho (PDT), que se disse emocionada ao falar sobre Othelino. “Ele me chama de madrinha, o que muito me orgulha. Todos sabem dos problemas que enfrentei recentemente (a morte do marido, o deputado Humberto Coutinho) e tive em Othelino um ombro amigo. Ele é cumpridor de palavra, é um político sensato, um líder nato e um grande amigo”, afirmou.

Antes do pronunciamento do deputado professor Marco Aurélio, o deputado Fernando Pessoa (Solidariedade) se manifestou enaltecendo a liderança de Othelino Neto e que isso o credencia para ser eleito senador do Maranhão. “É pensamento de todos nós, aqui, termos um senador oriundo da Assembleia Legislativa e o seu nome é o mais apropriado”, salientou.

O deputado Antônio Pereira (DEM) revelou que a administração de Othelino Neto vem sendo marcada pelo dinamismo e pela modernização. Afirmou que acompanhou presidentes como os saudosos João Evangelista, Humberto Coutinho e Tatá Milhomem, destacando que foram grandes dirigentes do Parlamento do Maranhão, mas acrescentando que Othelino Neto vem apresentando novas propostas e conseguindo novas conquistas, fortalecendo a Assembleia e os deputados.

Reconhecimento

Por sua vez, o deputado César Pires (PV) afirmou que, mesmo em seu papel de oposição, sempre reconheceu as qualidades do presidente Othelino Neto. Lembrou, inclusive, haver ligado para ele logo após o resultado das eleições, para afirmar que votaria com ele em sua recondução para a presidência da Assembleia Legislativa, em reconhecimento ao seu grande trabalho.

Na mesma linha de reconhecimento das ações de Othelino Neto, também se manifestaram os deputados Duarte Júnior (PC do B), Neto Evangelista (DEM), Dr. Yglésio (sem partido),  Pastor Cavalcante (PROS), Daniella Tema (DEM), Fábio Macedo (PDT), Glaubert Cutrim (PDT), Mical Damasceno (PTB), Zito Rolim (PDT), Wendel Lages (PMN), Vinícius Louro (PL), Rafael Leitoa (PDT) e Wellington do Curso (PSDB).

Ao término dos trabalhos, Othelino Neto agradeceu a manifestação de apoio dos colegas e afirmou que estar na Presidência da Assembleia Legislativa é um grande aprendizado. “Somos 42 colegas, cada um com sua linha de raciocínio, com sua religião, posicionamento político e objetivos. Mesmo assim, estamos juntos num objetivo comum, que é o de ajudar o povo  do Maranhão. Essas manifestações aqui me deixam muito agradecido e lisonjeado”, acrescentou.