Assembleia Legislativa

terça-feira, 24 de abril de 2018

Matões: Família passa momentos de terror durante assalto na zona rural

Aurélio da Mata, familiares assaltados; Gabriel Tenório, escritório arrombado e 
Solimar Clímaco tem moto levada de assalto
O avô, a mãe e uma tia portadora de deficiência do suplente de vereador de Matões, Aurélio da Mata passaram momento de terror durante assalto na noite desta segunda-feira (24), no povoado Nova Olinda já na divisa com Timon. Dois bandidos ainda não identificados entraram na casa e reviraram tudo em busca de dinheiro e pertences de valores.

Em contato com o Blog do Ludwig horas depois do ocorrido com os seus familiares, Aurélio da Mata lamentou a falta de segurança na só na zona urbana, mas, na zona rural que já começa a ter o sossego perturbados por assaltantes violentos. "É lamentável a situação em que passamos com a falta de segurança e para completar as péssimas condições de trafegabilidade nas estradas da zona rural como é o caso da que liga Matões via Buriti Cortado a Timon. Como os povoados ficam distantes e as estradas estão nessas péssimas condições isso só vem a dificultar o acesso da polícia ao local. E não é a primeira vez que acontece assalto na zona rural”, lamentou.

Mais assalto

Quem também teve seu escritório arrombado e levado alguns pertences nesta segunda-feira foi o ex-candidato a prefeito de Matões, advogado Gabriel Tenório. Dias atrás foi o vereador Solimar Clímaco que viu sua moto e seu celular sendo levado por assaltantes na estrada do povoado Santa Luzia, na zona rural de Matões.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Trabalho aos domingos: comerciários reagem indignados contra a proposta de Luciano Leitoa

Comerciários reagem com indignação sobre proposta do prefeito Luciano Leitoa obrigar comércio funcionar aos domingos
Nota publicada pelo Sindicato dos Comerciários
A diretoria do Sindicato dos Empregados no Comércio dos Municípios de Timon e Região Leste do Estado do Maranhão (SECTIPAM), reagiu de imediato lançando uma Nota de Esclarecimento numa rede social sobre possíveis mudanças no horário de funcionamento do comércio em Timon.

Segundo a diretoria do Sectipam, o prefeito Luciano Leitoa “resolveu se meter num assunto que não lhe diz respeito, quando elabora projeto de lei obrigando o funcionamento do comércio aos domingos”.

"A partir do momento em que o prefeito se mete nesse assunto acaba por prejudicar milhares de pais de famílias, os que já recebem salários de miséria e com essa medida o prefeito deixam de receber esse valor, diminuindo ainda mais o poder de compra dos trabalhadores. O que é uma lástima", diz um trecho na nota do sindicato.

A nota publicada pelo sindicato diz ainda que, "A categoria comerciária não perdoará o prefeito, nem tampouco os vereadores que cometerem esse crime os trabalhadores e trabalhadoras".

“O gari de Timon hoje passa fome”, denuncia vereador Antunes Macedo

O vereador Antunes Macedo recebeu denúncia, e tornou público, de que garis de Timon estão com dois meses de salários atrasados e passando fome em Timon
Triste informação foi levada ao conhecimento público nesta segunda-feira (23), durante a sessão na Câmara de Timon pelo vereador Antunes Macedo (PSDB), sobre a situação em que vez passando os garis que prestam serviços para a prefeitura municipal. "... Capinar já é ruim e capinar com fome é pior ainda. Fui procurado por dois familiares de pessoas que trabalham na Limpeza Pública e a pessoa disse, 'vereador estamos vindo aqui para pedir ao senhor que leve para a Câmara de Timon o nosso desabafo porque meu pai trabalha na capina e o meu irmão no caminhão de lixo e estão passando fome com dois meses de salário atrasado', isso é triste!", denunciou o vereador.

"Como é que podemos ter uma cidade limpa se temos garis passando fome? Nós vereadores temos que ir na Mega-on e saber quem está mentindo, se é a empresa ou o prefeito de Timon, mas, o problema tem que ser resolvido! O gari de Timon hoje passa fome, isso é um absurdo! Isso é uma falta de humanidade para com essa categoria", lamentou o vereador Antunes Macedo.

Rubens Jr é destaque nacional como o campeão de gastos com divulgação parlamentar

Campeão de gastos com divulgação de atividade parlamentar entre os 513, o deputado federal Rubens Pereira Júnior aparece com R$ 127,1 mil
O trabalho na Câmara só começou mais de 100 dias após o início do ano, com a indicação dos membros das comissões permanentes, mas os deputados federais já consumiram este ano mais de R$14 milhões somente na “divulgação da atividade parlamentar”. Eles têm uma verba extra de até R$45 mil mensais para ressarcimento de qualquer despesa, inclusive divulgar o trabalho que praticamente não houve. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

“Divulgação de atividades” é a maior valor das despesas ressarcidas. É mais do dobro dos R$6,8 milhões já gastos com passagens em 2018.

O campeão, segundo dados da Operação Política Supervisionada, é o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA): R$127,1 mil.

Entre os partidos, o MDB já não tem a maior bancada, mas gastou como gente grande, seguido pelo PT e o PP.

Desde que voltaram do recesso, os deputados federais já apresentaram 3.124 notas fiscais pedindo ressarcimento de despesas.

Deu no Fantástico: Pedido da PM do Maranhão para monitorar lideranças da oposição provoca reações

O programa Fantástico da TV Globo destacou neste domingo (23), o caso mais polêmico dos últimos tempos ocorrido no Maranhão, com o título da reportagem "Pedido da PM do Maranhão para monitorar lideranças da oposição provoca reações". confira abaixo.

  

domingo, 22 de abril de 2018

Flávio Dino inaugura placa em São José de Ribamar

"Unidade visitada pelo governador do estado, Flávio Dino de Castro e Costa, em 21 de abril de 2018", diz a placa
Glaucio EriceiraTudo bem que o governador Flávio Dino (PC do B) tem sido um verdadeiro prefeito para o município de São José de Ribamar, na Grande Ilha de São Luís.

O comunista já executou importantes obras no setor da mobilidade urbana que beneficiam não apenas ribamarenses, mas também luminenses, raposenses e ludovicenses.

No mês passado – só para citar um exemplo — assinou ordem de serviço autorizando a pavimentação de 35 quilômetros de ruas e avenidas na chamada região das Vilas, a mais populosa da cidade do Santo Padroeiro do Maranhão.

Todo esse apoio dispensado por Flávio Dino a São José de Ribamar motivou o prefeito Luis Fernando Silva (não se sabe em qual partido o mesmo está filiado), que até 2014 era seu adversário político, a tomar uma atitude, no mínimo, curiosa.

Ontem, o governador esteve em São José de Ribamar acompanhando atividades do Mutirão da Saúde. Ele também teria recebido o título de cidadão ribamarense.

Para festejar o momento, Luis Fernando inaugurou uma placa, fixada na Maternidade Municipal, localizada na sede da cidade, que exaltava a visita do comunista à unidade de saúde.

Isso mesmo, caro leitor. Uma placa para homenagear o governador com a seguinte frase: Unidade visitada pelo governador do estado, Flávio Dino de Castro e Costa, em 21 de abril de 2018.

A homenagem patrocinada por Luis Fernando, que enfrenta diariamente o descontentamento da população, não repercutiu bem. Críticas variadas surgiram em grupos de mensagem do município e na blogosfera local.

Luís Fernando foi pré-candidato do Grupo Sarney ao governo do estado. Grupo, este, que defendeu durante cerca de 30 anos e pelo qual exerceu cargos diversos no primeiro escalão do governo.

À época, então filiado ao PMDB, ele disparava elogios a Flávio Dino nos quais o classificava de uma camarada que não tinha projeto político e que pregava, tão somente, uma tal mudança de gogó.

Quase quatro anos se passaram e, hoje, o prefeito ribamarense é Flávio Dino desde criancinha.

O que a política não fizer, nada mais faz.

Policiais Civis protestam em Timon contra o novo local para funcionamento da Central de Flagrantes

Policiais civis realizam protesto em Timon
A interdição da Central de Flagrantes em Timon (MA), por ordem da Justiça, na última segunda-feira (16/04), tornou-se matéria veiculada no JMTV 1ª edição, da TV Mirante afiliada da Rede Globo. Dois dias depois do fechamento da unidade, policiais civis fizeram um protesto contra o novo local onde está funcionando a Central de Flagrantes da cidade.

A matéria focou na falta de estrutura do 2º Distrito Policial, com espaço reduzido, lotando policiais em uma sala improvisada, além da falta de alojamentos. Até o banheiro será coletivo. Na entrevista, o diretor de Formação Sindical, Neto Waquim, pediu imediatas providências da Secretaria de Segurança Pública em sinal de respeito a população timonense.

Após usar imagens do sindicato para mostrar o caos na Central de Flagrantes, com móveis sucateados, alagamentos e registro de fugas, a reportagem informou que todas essas questões motivaram uma Ação Civil Pública da 2ª Promotoria Criminal de Timon. “Nós detectamos que lá era completamente inviável o funcionamento de um órgão público, em especial, da envergadura da Central de Flagrantes de Timon. Digo isso por que a Central de Flagrantes de Timon, ano passado, de acordo com estatísticas da própria Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão, ela foi a Central que mais atuou no Estado do Maranhão. Em número de flagrantes, ganhamos de São Luís e Imperatriz”, declarou Fernando Berniz Aragão, promotor de justiça.

No vídeo, o promotor Fernando Berniz relatou ainda que o antigo prédio era fétido, insalubre e incompatível com a dignidade do cidadão e, em especial, dos servidores da segurança. A promotoria avalia a necessidade de uma nova medida contra a SSP-MA, quanto ao funcionamento improvisado da Central no 2º DP de Timon. Clique aqui e assista o vídeo. As informações são do Sinpol-MA.

Inadimplência: Tribunal de Contas pede intervenção em município do Maranhão

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) protocolou, na manhã desta sexta-feira (20), junto à Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), cópia da resolução que declarou inadimplentes o prefeito de Araioses, Cristino Gonçalves de Araújo, o presidente da Câmara Municipal de Água Doce do Maranhão, Tudes José Cardoso, e o presidente da Câmara Municipal de São João do Paraíso, Edvaldo Faustino de Sousa.

Aprovada na última sessão do Pleno do TCE, no último dia 18, a decretação de inadimplência decorre de os gestores citados não terem apresentado suas prestações de contas relativas ao exercício financeiro de 2017 dentro do prazo legal.

Além da declaração da inadimplência, a Resolução TCE nº 294 determina ainda a instauração da tomada de contas dos referidos gestores, conforme estabelece a legislação em vigor.

O documento protocolado junto à PGR destaca que, conforme dispõe o art. 35, II, da Constituição Federal e o art. 16, II, da Constituição do Estado do Maranhão, a ausência da prestação de contas acarreta, dentre outras consequências, “a possibilidade de intervenção do Estado no Município”.

Cabe agora à Procuradoria a adoção das medidas que entender necessárias ao caso. No caso da intervenção, cabe ao Ministério Público Estadual (MPE), solicitar a providência ao Poder Judiciário, que apreciará o pleito e, se for o caso, encaminhará o pedido ao Poder Executivo.

Os gestores inadimplentes também incorrem em ato de improbidade administrativa, estando sujeitos a penalidades como: devolução de recursos ao erário, se houver desvio, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa e proibição de contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais.

De acordo com o ordenamento jurídico vigente, a omissão também é crime comum, passível de pena de detenção de três meses a três anos, além da perda do cargo e a inabilitação, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública.

sábado, 21 de abril de 2018

Eleição na Câmara de São Luís deverá ser nas próximas 48 horas, determina juiz

Justiça tornou sem efeito edital lançado pelo presidente da Câmara de São Luís, vereador Astro de Ogum
O Informante - O juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública, Marcelo Elias Matos e Oka, tornou sem efeito, nesta sexta-feira (20), o edital assinado pelo presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum (PR), determinando o próximo dia 8 de agosto como data para realização da eleição da nova Mesa Diretora.

Ao proferir a decisão, o juiz Marcelo Elias acatou mandado de segurança impetrado pelo vereador Nato Júnior (PP), que pede a publicação de um novo edital no prazo máximo de 24 horas, para que a eleição seja realizada no prazo de 48 horas.

No mandado de segurança, o vereador Nato Júnior argumenta que Astro de Ogum violou a Lei Orgânica do Município de São Luís, pois o prazo para a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara expirou no domingo passado (dia 15 de abril).

Em seu despacho, o juiz Marcelo Elias acata o mandado de segurança, suspendendo a eficácia do edital de convocação para a eleição da nova Mesa Diretora, lançado por Astro de Ogum na quinta-feira (19). Além disso, o o magistrado determina que o presidente da Câmara publique novo edital no prazo de 24 horas, para que a eleição da nova Mesa Diretora seja realizada na primeira sessão ordinária ou no prazo máximo de cinco dias.

PSDB/MA quer punição dos ‘verdadeiros responsáveis’ por suposta espionagem

PSDB/MA: "Não há precedentes, em nossa, história, de tamanho desassombro para uso político de uma instituição quase bicentenária, nossa Polícia Militar"
O Antagonista - PSDB do Maranhão divulgou nota em repúdio a uma ordem dada pela Polícia Militar do estado para monitorar opositores políticos no interior do estado.

“Não há precedentes, em nossa história, de tamanho desassombro para o uso político de uma instituição quase bicentenária”, diz um trecho.

O partido afirma, ainda, que “estará vigilante para que os verdadeiros responsáveis venham a ser punidos, e não sejam acobertados por transferências de responsabilidade que ao final atinjam apenas os elos mais fracos dessa sórdida manobra”.