Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Dia D de Combate às Hepatites Virais realiza prevenção em Caxias no CTA/SAE

Na manhã desta quarta-feira (4), a Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou o Dia D de Combate às Hepatites Virais. A ação foi desenvolvida pela equipe do Centro de Testagem e Aconselhamento – Serviço de Assistência Especializada (CTA/SAE).

O “Dia D” contou com distribuição de preservativos e gel lubrificante, testes rápidos para diagnóstico das hepatites B e C, e palestra de aconselhamento sobre tratamento e prevenção das doenças.

A bioquímica do CTA/SAE, Maria dos Reis, explicou sobre a doença e as formas de prevenção e tratamento. “As hepatites são inflamações no fígado causadas por vírus que podem ser classificado em A, B, C, D e E, e os mais comuns no Brasil são os vírus A, B e C. Para as hepatites B e C, nós oferecemos testagem não só no CTA, mas também nas Unidades Básicas de Saúde. Para se prevenir, é importante evitar materiais de uso pessoal perfurocortante, como materiais de unha e também o uso do preservativo, que protege não só contras as hepatites virais, mas também contra as demais Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), além de lavar bem os alimentos, principalmente naqueles locais que não tem saneamento básico. Sobre o tratamento, aqui na unidade nós fazemos o diagnóstico pela manhã, caso dê positivo para alguma doença é feito o tratamento pela tarde, a pessoa não sai desassistida”, contou.

Segundo dados do CTA/SAE, em Caxias existem 160 casos ativos de hepatites virais, sendo 95 homens e 65 mulheres. Somente em 2021, foram registrados 10 casos de hepatite B no município.

Lígio Brito, psicólogo do CTA/SAE, falou sobre o objetivo do Dia D e destacou o aconselhamento feito na unidade. “Nosso objetivo é fazer um diagnóstico precoce das hepatites B e C para que as pessoas possam estar iniciando seu tratamento mais cedo. Nós aconselhemos que as pessoas se previnam, mesmo que elas já tenham contraído o vírus da hepatite. É muito importante que tenha o cuidado de usar preservativo e verificar o alimento que comem. No caso das gestantes, fazer um pré-natal mais cedo e bem acompanhado, para que não haja uma transmissão vertical. São muito fatores que nós aconselhamos para que as pessoas recebam seu resultado e façam um tratamento”, disse.

Além do Dia D, o CTA/SAE disponibiliza durante todos os anos testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), vacinação contra hepatites B e C, além de tratamento e acompanhamento com equipe multiprofissional.

Ivanise Ramos, assistente social do CTA/SAE, ressaltou o trabalho realizado na unidade. “O Centro de Testagem e Aconselho (CTA) trabalha com diagnóstico e prevenção, já o Serviço de Assistência Especializada (SAE) recebe nossos pacientes, e trabalha com assistência e tratamento. Trabalhamos em conjunto, CTA/SAE, mas cada um tem suas atribuições dentro da sua conjuntura”, disse.

A paciente Elza Maria, ressaltou o acompanhamento dos profissionais da unidade e a importância da prevenção. “Eu me sinto bem, porque toda a equipe nos trata bem e não há preconceito aqui dentro, e sim fora. Eu peço que as pessoas se cuidem, pois as infecções sexualmente transmissíveis não tem cara e fazendo o tratamento, a pessoa pode levar uma vida saudável”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com