Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

terça-feira, 16 de novembro de 2021

"Não há legalidade", diz o líder do governo Fábio Gentil sobre a eleição antecipada da Câmara

Para o vereador Ricardo Rodrigues "não há legalidade" na eleição antecipada da Câmara de Caxias

A eleição antecipada na Câmara de Caxias que reelegeu o presidente, vereador Teódulo Aragão ainda continua envolvida em polêmicas. Durante entrevista ao Podcast Linha de Frente na última quinta-feira (11), o líder do governo Fábio Gentil, vereador Ricardo Rodrigues (PT) disse que discorda de como essa antecipação da eleição na Camara aconteceu e explicou os motivos.

Segundo o vereador petista, para antecipar uma eleição na Câmara Municipal é preciso que antes se vote em dois turnos uma modificação na Lei Orgânica do Município. "Esse processo não ocorreu e se não ocorreu não poderia haver antecipação. Não houve de projeto de emenda a Lei Orgânica do Município", disse o parlamentar.

Ainda entrevista do vereador líder do governo Fábio Gentil disse que espera do presidente Teódulo Aragão reveja esse ato que antecipou a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Caxias. Ricardo Rodrigues citou que além dele os vereadores Torneirinho e Ângela Machado são contra essa antecipação do processo eleitoral. De acordo com o vereador Ricardo Rodrigues, o único vereador de oposição na Câmara, Daniel Barros, votou na eleição antecipada.

Um fato revelado pelo vereador Ricardo Rodrigues é que na Câmara de Caxias existe uma resolução do início da pandemia onde apenas projetos que estejam nas comissões ou de urgência possam ser votados no plenário. "Eu não entendo a antecipação da eleição na Câmara como urgência e nem estava anteriormente sendo analisada pelas comissões. Então são fatos reais e robustos que mostra que o ato não é válido, esse ato é nulo, na minha opinião de legislador e de quem estudou o Direito. Então, essa resolução é um ponto e a não mudança da Lei Orgânica do Município é outro ponto".

O vereador Ricardo Rodrigues frisou que, "Na visão nossa que votamos contra não está legal, o rito não foi seguido. Há vícios e por esse motivo não há legalidade".

Assista o vídeo abaixo com o trecho da entrevista do vereador Ricardo Rodrigues onde ele explica os motivos de ser contra a eleição antecipada na Câmara de Caxias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com