Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Caxias: Meninas ocupam cargos de promotores no Ministério Público

O movimento #MeninasOcupam faz alusão ao Dia Internacional da Menina e o Dia Municipal da Menina
O movimento #MeninasOcupam, que faz parte da Plan International, é desenvolvido pela Prefeitura de Caxias, por meio da Coordenação Municipal da Juventude, ligada à Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Turismo, Juventude e Patrimônio Histórico, esteve nesta quarta-feira (20), ocupando as promotorias existentes no Ministério Público Estadual na Cidade Judiciária de Caxias (MA).

O movimento #MeninasOcupam, faz alusão ao Dia Internacional da Menina e o Dia Municipal da Menina, celebrados no dia 11 de outubro. O Selo Unicef, também apoia a iniciativa.

“O Selo Unicef apoia todos os movimentos que incetivam o protagonismo de crianças e adolescentes. Esse projeto, é de suma importância para o empoderamento das meninas caxienses, para mostrar que elas podem ser o que quiserem”, destaca Kiara Braga, articuladora do Selo Unicef em Caxias (MA).

A solenidade foi toda conduzida pelas meninas, sob o auxílio da Coordenação Municipal da Juventude. Na ocasião, as meninas ocuparam os cargos dos seguintes promotores:

1. Francisco de Assis da Silva Junior, da 1ª promotoria, teve o cargo ocupado por Raissa Graziele da Silva;

2. Vicente Gildásio Leite Júnior, da 2ª promotoria, teve o cargo ocupado por Ana Maria dos Anjos;

3. Willames da Silva Paiva, da 3ª promotoria, teve o cargo ocupado por Adriele Lorrane Alves dos Santos;

4. Tharles Cunha Rodrigues Alves, da 4ª promotoria, teve o cargo ocupado por Renata Coelho Neto;

5. Ana Cláudia Cruz, da 5ª promotoria, teve o cargo ocupado por Jéssica de Jesus da Silva;

6. Rodrigo de Vasconcelos Ferro, da 6ª promotoria, teve o cargo ocupado por Milena Silva dos Santos;

7. José Carlos Farias, da 7ª promotoria, teve o cargo ocupado por Samy Gabriele de Sousa;

8. Cristiane Monteiro, da 8ª promotoria, teve o cargo ocupado por Glena Lorrany Rodrigues.

“Esse momento é de suma importância para que seja plantada uma semente, e elas possam saber quais são as atribuições do Ministério Público, para que possam se ver como promotoras de justiça, mas elas também podem ser poetisas, advogadas, juízas, basta estudar e ir atrás”, diz Ana Cláudia dos Anjos, promotora.

“O Ministério Público tem uma grande contribuição para que a sociedade esteja cada vez mais ciente de seus direitos. Eu quero parabenizar a iniciativa, pois foi um prazer ter a Renata representando a nossa Promotoria”, destaca Tharles Cunha, promotor.

“Eu quero dar boas-vindas, em especial a minha menina, e dizer que ela possa se sentir muito acolhida. Eu me sinto muito feliz e realizada na função que exerço e espero que daqui alguns anos você possa destacar que este momento fez diferença em sua vida”, disse Cristiane Monteiro, promotora.

“É muito gratificante porque é uma oportunidade de aprender mais e agregar na minha vida como acadêmica. Eu me sinto lisonjeada, pois é notório que há desigualdade de gênero na política, na economia e na educação, mas nós devemos fazer parte de tudo isso com mais igualdade”, disse Adriele dos Santos, integrante do #MeninasOcupam.

“Eu fui chamada pela minha escola para participar desse projeto tão importante, que nos incentiva a ocupar lugares como o Ministério Público e a sabermos o que um promotor faz”, lembra Jéssica Brenda, integrante do #MeninasOcupam.

Ao todo, cinco instituições serão ocupadas em 2021. Nesta edição, 70 meninas estão fazendo parte do movimento #MeninasOcupam.

“Cinco instituições serão ocupadas. Hoje estamos no Ministério Público, na sexta-feira, a gente ocupa a Prefeitura. Nós estamos programando para que o primeiro ato da Prefeita, seja empossar o Conselho Municipal da Juventude. No dia 26 teremos a Academia de Letras e OAB”, frisa Kátia Braga, coordenadora Municipal da Juventude.

O movimento das meninas foi impulsionado no mundo inteiro por Malala Yousafzai, a ativista paquistanesa, que luta pelo direito das meninas de irem à escola. Na solenidade, a menina Francisca Mikaele, que conduziu o cerimonial, destacou que todas as meninas sonham em um dia todas estarem na escola com uma educação de qualidade.

“Um dia vamos acordar e ver as meninas frequentando a escola, sem medo de estudar e de ser discriminada, com educação de qualidade, sem ser obrigada a casar, podendo sonhar com o que quiser e ser médica, policial, doutora ou qualquer outra coisa. É por isso que estamos em mais um espaço que acredita em nós meninas”, frisa Francisca Mikaele, integrande do Movimento #MeninasOcupam.

Além do Ministério Público Estadual, as meninas ainda vão tomar posse na: Prefeitura de Caxias (MA), no dia 22/10; Academia Caxiense de Letras (ACL), no dia 26/10 e na OAB Caxias (MA), no dia 29/10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com