Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

quinta-feira, 1 de julho de 2021

Caxias: prefeitura busca investimentos para Saneamento e reforça apoio ao municipalismo em Conferência da Sudene

Na manhã dessa quinta-feira (01), a Prefeitura de Caxias, participou da conferência estadual do G51, e, esteve representada pelo Prefeito Fábio Gentil. O evento online foi transmitido pela Canal do You Tube (https://youtu.be/FcEqq3xIuw4) da Sudene. Durante a reunião, o gestor municipal lembrou da Caxias tem um projeto aprovado na área do saneamento e precisa executar a obra no município.

“Ultimamente junto ao MDR conseguimos, conseguimos um projeto de saneamento básico e água para o município de Caxias (MA), um projeto que gira em torno de R$ 2 milhões de reais. O projeto está pronto, já tem um tempo, e, a gente tenta buscar os recursos para executar a obra. A gente tá vendo que a dificuldade existe, é clara, mas a gente precisa acima de tudo trabalhar, dá satisfação à nossa cidade mostrar o trabalho realizado. As vezes a gente fica sem entender, porque que liberam o projeto, e, não liberam a execução do projeto, já que o município está apto a fazer a execução. São essas coisas que a gente precisa lapidar. Mas, a Sudene faz o seu papel”, frisa Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Na oportunidade a Sudene conversou com prefeitos que integram os municípios polos no Maranhão, para debater a retomada econômica das cidades, diante do cenário de Pandemia. O encontro contou com a participação de gestores municipais da Bahia e do Maranhão, além de apresentações do superintendente da Sudene, Evaldo Cruz Neto; do diretor de Planejamento e Articulação de Políticas da Autarquia, Raimundo Gomes de Matos; e da diretora geral do Agronordeste/Ministério Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Adriana Melo Alves.

Além do prefeito Fábio Gentil, gestores de Barreiras (BA); Bacabal (MA); Balsas (MA); Imperatriz (MA); Presidente Dutra (MA); e, Santa Inês (MA), também participaram. Foram debatidas propostas do G51 para uma nova abordagem de desenvolvimento regional e as ações da Sudene para o desenvolvimento local. O prefeito Fábio Gentil, também destacou a importância do apoio aos municípios maranhenses.

“Eu defendo muito o muncipalismo. A gente precisa estreitar mais essa ligação, na valorização dos municípios e dos entes públicos. Se eu tenho projetos, se eu tenho documentos, se o município mostra a viabilidade do projeto, a gente tem que abrir essas portas. E, a Sudene tem um caminho muito vasto para nos direcionar. Se não, essas reuniões com os prefeitos vão ficar cada vez mais vazias. A gente acredita que nessa conversa com vocês, a gente possa viabilizar. Administrar hoje, não está fácil (…). Nós Nós vamos buscar todos os caminhos, e, novamente eu agradeço, e, o que nós queremos é essa união. Eu volto a dizer, os nossos interesses não são conflitantes. (…) Nós estamos tão carente de apoio, que até um abraço de vocês já nos alegra. Eu falo como um todo, eu tenho um pouco de independência, até pelo que a gente arrecada no município. Mas eu falo com prefeitos todos os dias, aqui no município de Caxias, nós atendemos 40 outros municípios na parte financeira, educacional, e, principalmente na área da saúde. Nessa pandemia, todos correm pra cá, porque dos municípios vizinhos, o nosso é o único que tem UTI. (…) a gente está acreditando e apostando que esta conferência, já já, num futuro bem próximo, a gente vai estar colhendo esses frutos”, afirma Fábio Gentil, prefeito de Caxias (MA).

Os prefeitos tiveram a oportunidade de expor os principais projetos, demandas urgentes e prioridades para retomada da economia em cada município. O prefeito Fábio Gentil, expôs como Caxias tem enfrentado os desafios econômicos, sociais e políticos diante da pandemia.

A conferência  também é uma preparação para um encontro nacional, em Brasília, que irá reunir instituições governamentais e parceiros para consolidar uma nova estratégia de potencialização de políticas públicas, contribuindo para o aperfeiçoamento da gestão municipal através de novos projetos. Formado pelos municípios-polo da área de atuação da autarquia que possuem condições de ampliar o alcance de políticas públicas e programas de governo, o G51 faz parte da rede de cidades intermediárias propostas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e são a base da estratégia territorial de implementação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), elaborado pela Sudene.

Fábio Gentil destacou a Parceria Público Privada que Caxias, que está em andamento em Caxias, para a construção do Aterro Sanitário.

“Tem a PPP agora dos resíduos sólidos, que é a construção do nosso aterro sanitário, já está em fase de licitação. Nós temos a PPP da iluminação pública e da cidade inteligente também. Então, nós precisamos desse aparato dos grandes órgãos que possam ser parceiros”, afirma Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

“Nós estamos listando através do nosso corpo, toda a situação dos 51 municípios. Se tem plano de saneamento, se não tem; como está?; qual a vigência?; se tem contrato de concessão com a rede de abastecimento de água; para que isso possa fomentar em um documento único, todas as informações que possam ser interessantes para a iniciativa privada”, afirma Evaldo Cruz Neto, superintendente da Sudene.

“É uma satisfação poder estar aqui com a Sudene falar da importância do G51, da importância das cidades intermediadoras para o processo de desenvolvimento da região nordeste. E, falar de um tema que é o desenvolvimento rural. O Nordeste que tem suas ilhas de dinamismo com foco na agropecuária, que tem uma tradição na atividade agropecuária nas cidades menores, e, agora falando das áreas de expansão agrícolas, a área do Matopiba, e, estamos aqui com os prefeitos das cidades de Caxias, Imperatriz, Presidente Dutra, Balsas, para a gente conversar um pouco a respeito disso”, destacou a diretora geral do Agronordeste/Ministério Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Adriana Melo Alves.

A Sudene já realizou outros encontros estaduais com prefeitos de municípios localizados em Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Piauí e Sergipe. Os encontros vêm debatendo temas como Cidades Inteligentes, Gestão Pública, Habitação, Saneamento e Agricultura Familiar.

“Eu acho que chegou a hora de debatermos projetos para que todos possam trabalhar juntos”, frisou Fábio Gentil, prefeito de Caxias (MA).

Atualmente a Sudene atua em 11 estados brasileiros, em 1990 municípios, com mais de R$ 60 milhões de pessoas beneficiadas com suas ações. Focada no desenvolvimento de políticas públicas de Desenvolvimento Regional, somente em 2021 são mais de R$ 800 milhões de reais disponíveis para contratação. A Sudente também participa da gestão do FNE, com crédito de mais de R$ 24 bilhões para 2021, para empresários, Micro Empreendedores individuais, dentre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com