Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

sexta-feira, 19 de março de 2021

Flávio Dino critica falas de Bolsonaro e aponta caos e indefinições no Ministério da Saúde

Flávio Dino reage às declarações de Jair Bolsonaro sobre pandemia do coronavírus
O governador Flávio Dino (PCdoB) voltou, ontem, em entrevista à CNN, a se posicionar com firmeza em relação às declarações disparatadas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e da completa desarticulação do Ministério da Saúde em relação ao caos que ameaça se instalar no País por falta de um comando articulado no combate ao novo coronavírus.

O governante maranhense criticou duramente a declaração do presidente da República segundo a qual, ao decretarem medidas de distanciamento, como o lockdown ou toque de recolher noturno, por exemplo, governadores e prefeitos estariam tolhendo a liberdade das pessoas.

– O presidente voltou a dizer que os governadores estão ameaçando a liberdade. O que mais ameaça à liberdade é a morte. E, portanto, é uma falácia opor saúde e economia, é uma atitude irresponsável – declarou.

E ao referir à troca de ministro da Saúde num momento tão grave da pandemia, situação que prejudica gravemente o trabalho desenvolvimento pelos estados e pelas prefeituras, Flávio Dino disparou:

– Quem é o ministro da saúde? Não temos nem com quem dialogar. O país está, em meio ao caos, sem ministro da saúde. Tem dois e não tem nenhum.

E diante da insistência do presidente da República em questionar os números da pandemia no Brasil, o governador do Maranhão reagiu com indignação:

– Essa afirmação disparatada, insana, do presidente da República, equivaleria a dizer que os médicos estão assinando atestados de óbitos falsos. E isso é muito grave. (Repórter Tempo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com