Propaganda Superior

Propaganda Superior

sábado, 20 de junho de 2020

Vereador Antunes Macêdo denuncia falta de medicamentos na saúde pública de Timon

Timonenses estão tendo que peregrinar em busca por remédios para tratamento da Covid-19
Os pacientes que chegam nos postos de saúde e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Timon-MA não recebem as medicações para o tratamento adequado para a Covid-19. O Vereador Antunes Macêdo do PSDB denuncia uma série de irregularidades na saúde pública da cidade maranhense. “A falta de remédios faz com que a população infectada do município inicie uma busca incessante por solução própria”, disse o parlamentar.

Com os postos de saúde na cidade de Timon tendo registros de falta de remédios, a população da cidade está tendo que se deslocar para as farmácias em busca de medicamento por falta de tratamento básico nas unidades de saúde da cidade. O Vereador Antunes Macêdo iniciou o processo de registro de prescrições médicas, recebidas em sua farmácia, dos postos de saúde da cidade e também das Unidades de Pronto Atendimento (UPA). As reclamações se estendem não só quanto a falta de medicamentos, mas por conta das pessoas infectadas ter que desempenhar uma longa procura por medicamentos pagos e custeados pelos próprios pacientes.

"A população está chegando nas drogarias com o protocolo da Covid-19 e não tem nenhuma orientação de onde estão sendo prescrevidos os medicamentos. Estou presenciando as pessoas perdidas, sem saber para onde vai e onde que recebe os remédios. Revoltante constatar que os Timonenses estão tendo que peregrinar pela cidade em busca de remédios com sintomas da Covid-19”, destacou o vereador Antunes Macêdo. 

Uma das denúncias recebidas pelo vereador e registradas em seu acervo é de um encaminhamento vindo de um dos seis postos de saúde que servem como ponto acolhimento de pacientes com a Covid-19. Em um dos principais pontos de tratamento para a enfermidade na cidade, não existem medicamentos para servir a população. Em Timon, a maior parte das farmácias é oriunda de pequenos negócios, não de grandes redes. Com a alta exposição dos farmacêuticos por conta das buscas, os empresários estão aumentando as suas taxas de contaminação com o vírus. 

O vereador Antunes Macêdo afirma que está registrando todas as prescrições médicas. “Recebi da UPA e agora estou recebendo as prescrições do posto de saúde. Recebi uma paciente gestante que veio do bairro Multirão. O posto que ela veio é um dos seis postos de saúde que estão classificados pela Secretaria Municipal da cidade de Timon como posto de entrada do Covid-19. E lá não tem azitromicina. Não tem Buscoduo para dor e febre. Será que eu estou mentindo? A população está se manifestando", denuncia Antunes Macêdo. 

O vereador ainda completou.

"Tem comerciante da cidade que está entubado, infectado com a Covid-19, pois eles acabam se expondo muito. Será que a gente não conseguiria evitar isso? É obrigação da Secretaria de Saúde do município de Timon em fornecer todo o medicamento inicial e acolher essas pessoas. Não podemos disseminar ainda mais o vírus", finalizou o parlamentar. (Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com