Propaganda Superior

Propaganda Superior

domingo, 24 de maio de 2020

Caxias: Idosa de 76 anos vence covid-19 e é 40ª paciente recuperada

Nas mãos, Dona Francisca Alves, de 76 anos, segura uma mensagem que lhe dá esperança. Ela deixa a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias recuperada, depois de sete dias internada. Ela conta em que situação de saúde chegou à unidade.

“Eu fiquei sete dias internada. Eu cheguei sentindo dor de cabeça, muito fraca. Primeiro deu uma gripe, mas como todos os anos eu tinha essa gripe, pensei que era normal. Mas eu fui ficando ruim, e quando eu saí pra cá, eu vim muito ruim mesmo. Eu passei três dias ruim mesmo, que eu pensava que não ia voltar mais. Mas graças a Deus e Nossa Senhora, estou aqui pra contar a história”, afirma a aposentada.

Como Dona Francisca, outras 39 pessoas também conseguiram vencer a covid-19. É o caso do funcionário público Francisco de Assis Paiva Brito, de Codó, que também foi recuperado e já voltou pra casa.

“Quero agradecer desde o vigilante, ao técnico de enfermagem e ao enfermeiro. Muito obrigado por tudo que vocês fizeram por mim, pelo trabalho, um trabalho humano, diferenciado, um trabalho pautado para salvar vidas”, reforça Francisco de Assis.

Somente na última sexta-feira (22), quatro pacientes recuperados retornaram aos seus lares depois de superar os efeitos da covid-19.

“Hoje, graças a Deus, conseguimos liberar quatro pessoas de volta ao convívio familiar. Elas estão saindo da unidade com bastante critério, bastante responsabilidade e comprometimento da equipe, está conseguindo devolver estas pessoas pro leito familiar para que elas possam seguir junto a suas famílias em condições de saúde. Eu já estava no terceiro plantão, e estava esperando ansioso por esta oportunidade pra dar as primeiras altas para estas pessoas. A gente fazia o Boletim Médico e nem sempre podia dar a notícia que a gente queria dar, uma notícia boa. E hoje, graças a Deus e à nossa equipe bem dedicada, como são todas as outras, nós conseguimos possibilitar esse retorno a estas famílias”, frisa Dr. Leosk Pinto Soares, médico da UPA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com