Propaganda Superior

Propaganda Superior

sábado, 7 de dezembro de 2019

Caxias ganha 1° lugar na 16ª EXPOEPI em Brasília e é exemplo na redução de mortalidade materna no Brasil

Caxias foi premiada a nível de Brasil na área da saúde. O reconhecimento veio com o 1° lugar na 16ª Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (EXPOEPI). O anúncio ocorreu nesta sexta-feira (6), em Brasília (DF).

Diversos fatores e intervenções da administração municipal no setor da saúde foram primordiais para outras cidades se espelharem em Caxias como exemplo em gestão da saúde.

Na mostra competitiva, Caxias concorreu no eixo de enfrentamento à mortalidade materna e infantil, com o trabalho intitulado “Da Maternidade da Morte para a Maternidade da Vida: a nova organização do cuidado às gestantes no interior do Maranhão”. Parcerias e estratégias importantes proporcionaram à Maternidade Carmosina Coutinho um aumento no número de partos normais, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

Referência para mais de 50 municípios da macrorregião, a unidade de saúde conta com 75 leitos, sendo 10 de UTI, e atendimento de média e alta complexidade.

São mais de 400 partos por mês, além dos testes de triagem. Todas as mudanças para melhorar o atendimento resultaram, entre outubro de 2017 e setembro de 2018, em registro zero de mortes maternas. Os esforços renderam, além do reconhecimento, um prêmio no valor R$ 50 mil, que serão aplicados em novas melhorias na unidade de saúde.

A cidade de Caxias também foi elogiada pelo processo de Planificação na saúde, que vem apresentando grande resolutividade. O município ficou abaixo dos índices de Curitiba – PR e hoje mostra o menor índice de mortalidade materno-infantil do Brasil, marcando 9,7%.

Caxias concorreu ao prêmio com outros 1.180 trabalhos inscritos. Foi o único município do Norte e Nordeste na disputa. O prefeito Fábio Gentil esteve representado pela secretária da pasta, Socorro Melo; a coordenadora da Política de Saúde da Mulher, Amanda Costa; e a coordenadora da Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Camila Lopes.

Para a secretária Socorro Melo, o prêmio representa o esforço e compromisso da atual gestão com a vida, que agora foram reconhecidos a nacionalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com