Propaganda Superior

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Prefeitura de Caxias apoia Romaria da Terra e das Águas que pretende reunir mais de 50 mil pessoas

Nos próximos dias 21 e 22 de setembro Caxias vai sediar um grande evento, a 13ª edição Romaria da Terra e das Águas. Promovida pela Diocese de Caxias, a Romaria pretende reunir mais de 50 mil pessoas. Uma grande concentração de pessoas acontece no Parque da Cidade, onde a Prefeitura de Caxias vai disponibilizar grande parte da logística em apoio ao evento.

Romaria da Terra e das Águas está em sua 13ª edição e é para denunciar uma situação de problemas que aparecem, como: água, terra, queimadas, agronegócio, quilombolas e indígenas, como manter o equilíbrio. Será que o Maranhão vai continuar a ter vida e em abundância? O Maranhão sempre foi um paraíso, mas está sendo violentado por interesses muitas vezes do grande capital e da indústria”, frisa Padre Jan Zufelato, pároco.

“No dia 21 na parte da tarde começam a chegar as caravanas dos 2017 municípios do Maranhão, na qual queremos reunir mais de 50 mil pessoas para que possamos discutir a problemática da água e da terra, que estão envolvendo os povos tradicionais. No momento em que a Igreja vem trazer uma reflexão diante dessa realidade, estamos acolhendo diferentes povos de diferentes etnias”, disse Padre João Paulo, pároco.

Além de um evento religioso, a expectativa é que participantes dos 217 municípios do Maranhão estejam presentes, transformando Caxias em palco de uma das mais diversificadas representações da cultura do Maranhão. O prefeito Fábio Gentil destacou que a cidade está pronta para receber a todos.

“Todas as solicitações que foram feitas, via ofício pela Diocese de Caxias, a gente está procurando atender. É um movimento de mais de 50 mil pessoas que deve se encontrar aqui. Deve ter um espaço onde cada religiosidade ou cada manifestação cultural deve se apresentar. Nós queremos dizer que estamos à disposição de todos”, disse Arthur Quirino, secretário de Cultura, Patrimônio Histórico, Esporte, Turismo e Juventude.

“Caxias vai receber mais de 50 mil pessoas, segundo a Igreja Católica, onde vão ser tratados diversos temas de interesse do nosso país, as queimadas, a escassez de água e como ter a humildade de escutar e trabalhar para que no futuro tenhamos o que desejamos. Então, a Igreja faz o seu papel, a Prefeitura também faz a sua parte dando toda a estrutura necessária, segurança, iluminação, dentre outros, porque entendemos que o momento é de conscientização”, lembra Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com