Propaganda Superior

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Não voto em projeto de lei que o Luciano Leitoa pega o chicote para cobrar o povo, dispara vereador Ramon Júnior

Vereador Ramon Júnior para Luciano Leitoa: "Ele vai bater nas costas de outro povo, menos no povo de Timon"
Em discurso na tribuna da Câmara de Timon na sessão desta segunda-feira (17), o vice-presidente, vereador Ramon Júnior denunciou a criação de um comitê por parte da gestão do prefeito Luciano Leitoa. "Chegou aqui nesta Casa um projeto de lei do Executivo onde o governo Luciano Leitoa cria mais um órgão para arrochar os timonenses, algo que está sendo criado para arrochar quem gera emprego no município de Timon. E olha quem são os membros, secretário de Finanças, secretário de Segurança e o Procurador do Município, esses são os membros do Comitê que vão perseguir as empresas do município”, disse o parlamentar.

"E agora o prefeito Luciano Leitoa está conseguindo destruir a geração de emprego que já não existe mais em Timon. O povo não tem onde mais trabalhar e todos os dias em nossos gabinetes tem timonenses pedindo emprego para nós vereadores porque não se gera emprego na cidade, o comércio não se movimenta. Enquanto o governo Bolsonaro está fazendo o contrário, tirando tributos, diminuindo impostos e desburocratizando a vida de quem gera emprego no Brasil o município de Timon está querendo é arrochar. Se essa Câmara Municipal autorizar criar um órgão para perseguir as pessoas do nosso município essa Casa aqui está fazendo um papel de ir contra o povo e contra a cidade de Timon", lamentou Ramon Júnior.

O vereador Ramon Júnior disparou, "Um projeto de lei como esse que veio atrapalhar a cidade de Timon, que vem perseguir quem trabalha o vereador Ramon Júnior já adianta que vota contra. Não vou votar num projeto de lei que o prefeito Luciano Leitoa vai pegar o chicote para cobrar o povo impostos. Porque o prefeito vive de impostos, ele vive de amordaçar o povo cobrando mais impostos arrochando o trabalhador e quem gera empregos, aí ele quer que se autorize criar um órgão para arrochar mais o povo. Ele vai bater nas costas de outro povo, menos no povo de Timon por se depender do meu voto ele não vai criar esse arrocho fiscal aqui no município". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com