Propaganda Superior

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Oposição garante reajuste dos professores de Timon

Embora defendendo um reajuste maior do piso salarial do magistério de Timon a aprovação só foi possível graças a oposição que tem ampla maioria na Câmara Municipal. O reajuste é retroativo a 1º de janeiro de 2019 e foi de 4,17% para professores e de 1,81% para demais profissionais da educação
A sessão plenária desta quarta-feira, 27, foi marcada pela votação do projeto enviado pelo Poder Executivo para o reajuste dos pisos salariais dos professores e dos demais profissionais da educação. Os professores terão seus salários reajustados em 4,17%, já para os profissionais da área o percentual será de 1,81%. O reajuste é baseado no piso nacional do magistério e o percentual é o valor mínimo proposto pelo Ministério da Educação para todo o país.

Na terça-feira, 26, as Comissões de Educação, Orçamento e de Constituição e Justiça da Câmara de Timon haviam realizado uma reunião conjunta para analisar o projeto enviado pelo executivo e os relatores votaram por aprovação do mesmo. Foi realizada também uma audiência pública no dia 21 de fevereiro, para se buscar um reajuste maior, de 4,5% para os professores e 2% para os servidores, proposta essa que era defendida pelos vereadores de oposição.

À audiência pública estiveram presentes, além dos parlamentares da Casa, o promotor de justiça Fernando Meneses, o secretário municipal de Governo, João Batista, a presidente do Sindicato dos Professores, Norma Suely, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timon, Júlio César, além de professores e populares.

O projeto foi aprovado por todos os 18 vereadores presentes à sessão, mas foi criticado pelos vereadores da oposição que defendiam que o reajuste poderia ser maior do que o proposto pelo Governo Federal. Já os vereadores da base do prefeito Luciano Leitoa afirmaram que a situação financeira do município não permitia um reajuste maior do que o que foi aprovado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com