Propaganda Superior

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Roberto Rocha sobre Bolsonaro: "Creio que lhe cabe, como pai, sustentar a presunção de inocência do filho"

“Foi levado do remanso da política de efeitos retóricos e morais para o alto mar da política real"
Pais e filhos. Como registramos mais cedo, Jair Bolsonaro disse à Bloomberg que, se houver provas de que Flávio Bolsonaro cometeu um erro, ele terá que pagar por isso.

O senador Roberto Rocha, do PSDB do Maranhão, comentou com O Antagonista que o presidente “foi levado do remanso da política de efeitos retóricos e morais para o alto mar da política real, onde até o silêncio tem significados”.

“Agora pedem que ele jogue o filho ao mar para não comprometer a embarcação do governo”, emendou.

“Sem entrar no mérito do caso, creio que lhe cabe, como pai, sustentar a presunção de inocência do filho. Não do político, ou do senador, mas do próprio filho. Não por princípio jurídico, mas pelo valor sagrado da confiança entre pai e filho”, defendeu o tucano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com