Assembleia Legislativa

domingo, 25 de março de 2018

“Ele falou que o prefeito não confiava na gente”, diz a vereadora professora Cláudia

A vereadora professora Cláudia Regina afirmou que o vereador Juarez Morais disse que o prefeito Luciano Leitoa não confiava nela e nem no vereador Kaká do Frigosá
Vereadora Cláudia: “Ele falou que o prefeito não confiava na gente” 
Não precisa de um coeficiente intelectual elevado para perceber que, enquanto não for realizada a eleição da Câmara de Vereadores de Timon a crise ali dentro só tente a aumentar e com surgimento de novos capítulos e novas revelações dos bastidores dessa disputa como é o caso recente que foi dito pelo vereador Kaká do Frigosá sobre a existência dos vereadores governistas que não são da confiança do prefeito Luciano Leitoa (reveja). Mas, após a ampla repercussão o presidente da Câmara Municipal, vereador Uilma Resende se manifestou negando sobre o caso dos vereadores governistas inconfiáveis dito pelo vereador Kaká (reveja).

Mas, o tão propalado caso dos vereadores leitoístas tido como inconfiáveis dito pelo vereador Kaká do Frigosá à imprensa volta mais uma vez a tona e agora veio a público por meio da vereadora professora Cláudia Regina em entrevista concedida ao radialista Jorge Simplício, o Galo, confira a íntegra aqui.

Segundo a vereadora professora Cláudia Regina, o vereador Juarez Morais teria dito que tanto ela como o vereador Kaká do Frigosá não eram da confiança do prefeito Luciano Leitoa e por isso seriam tirados da sua chapa na disputa pela presidência da Câmara Municipal. "Desde o mês de abril do ano passado o vereador Juarez trabalhou a composição de uma chapa, mas, quando foi no frigir dos ovos ele chegou para mim e para o vereador Kaká, ele falou que o prefeito não confiava na gente então tirou os nove, ficou só ele e compôs com o restante da outra chapa", disse a vereadora Cláudia em entrevista ao radialista.

Sobre a não realização da eleição da Mesa Diretora da Câmara a vereadora professora Cláudia disse que, "... A eleição tem que acontecer dia 11[abril], simplesmente aconteceu uma fraude e isso não se faz numa Augusta Casa, na casa do poder do representante do povo”.

"Os fuxiqueiros"

A parlamentar lamentou, segundo ela está existindo muito fuxico. "Agora tem muita gente que fica fuxicando para o prefeito, são essas pessoas que estão atrapalhando o governo. Se eu fosse o prefeito dava uma taca de língua no líder do governo, no presidente da Câmara e no próprio Juarez”, disse a vereadora acrescentando que, “...O líder do governo tem que apaziguar, o líder da Câmara do governo ele precisa chegar, chamar os vereadores porque os vereadores não aceitam o dedo no nariz não! E nem no olho não! Porque ninguém foi eleito a trancos e a barrancos não, fomos eleitos por Deus e pelo povo...".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com