Assembleia Legislativa

quarta-feira, 21 de março de 2018

“Foi dito pelo presidente Uilma que nós não éramos de confiança do prefeito”, revela vereador de Timon

Segundo o vereador Kaká do Frigosá, tudo começou quando o presidente da Câmara de Timon disse numa reunião que alguns vereadores governistas não eram de confiança do prefeito Luciano Leitoa
Vereador Kaká: presidente Uilma disse que nós não éramos de confiança do prefeito
A entrevista do vereador Kaká do Frigosá que é aliado e do partido do prefeito Luciano Leitoa, o PSB, ao radialista Jorge Simplício, o Galo (veja), é mais um capítulo da disputa interna na Câmara de Vereadores de Timon e mostra como se encontra o grande racha na base do governo Leitoa. O vereador Kaká chega a dizer como se encontra a situação do líder do governo, vereador Zé Carlos Assunção junto à base governista. "... Está existindo um desgaste muito grande, até na questão do próprio líder do governo. Eu acho assim, o líder do governo ele é para apaziguar as coisas, para amenizar, para juntar e o que estou vendo e não tenho nada contra o vereador Zé Carlos Assunção que é meu amigo lá dentro do Parlamento, mas, eu estou vendo que ele está afastando as pessoas com discussões aqui outra ali e ele como líder do governo deveria chamar para saber o que está acontecendo...", disse o vereador Kaká do Frigosá.

O grupos do 5 vereadores governistas, o G-5, mas, de atuação independente do líder do governo, é formado além do vereador Kaká do Frigosá  os vereadores Raimundo da Ração, professora Cláudia Regina, Dr. Tuá, Helber Guimarães e deste ele revelou que o prefeito Luciano Leitoa chegou a ter uma conversa unicamente com a vereadora professora Cláudia sobre a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Timon. "... Eu soube que ele chamou a professora Cláudia, ele conversou com ela a respeito da eleição da Câmara. Mas, para chamar e entrar num consenso até agora não fomos chamados”, revelou Kaká do Frigosá.

Sobre o racha na base do prefeito Luciano Leitoa, o vereador Kaká do Frigosá revelou também que tudo começou numa reunião entre eles onde membros do atual G-5 foram retirados da então chapa do vereador Juarez Morais. "No dia em que nós fomos tirados da chapa do Juarez e foram colocados [os vereadores] Jair, Chagas, Uilma e o Celso... Foi dito pelo presidente Uilma que nós não éramos de confiança do prefeito [Luciano Leitoa], pra mim o prefeito nunca disse isso, que eu não era de confiança dele. Mas, o presidente Uilma disse e o secretário João Batista estava nessa reunião representando o prefeito...", revelou o vereador Kaká.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com