Assembleia Legislativa

terça-feira, 14 de março de 2017

“É isso que os inimigos de Caxias queriam”, diz o vereador Catulé sobre o atraso na compra da merenda escolar

Catulé: "O ex-prefeito Léo Coutinho ainda não entendeu que foi derrotado"
Um dos primeiros embaraços na gestão do prefeito de Caxias, Fábio Gentil gira em torno da licitação da merenda escolar que virou pauta de debate na Câmara e foi suspensa após um imbróglio que envolveu até uma recomendação por parte do Ministério Público local. Mas, o caso não ficou só nas críticas ao novo governo, apareceu defesa feita por um vereador conhecido pelo famoso, “bateu levou”. Foi o presidente da Casa, vereador Catulé que deu o tom de como se deve tratar adversário político durante a sessão na noite desta segunda-feira (13).

“A informação que chegou precisa com relação a merenda escolar. Eu acho que... Não sei se vossas excelências tem o mesmo pensamento que eu, o prefeito Fábio Gentil caiu em uma armadilha, e como foi essa armadilha? O prefeito deixou para fazer a licitação da merenda escolar e dos ônibus agora, no início do período escolar, foi pego porque a armadilha estava pronta. O ex-prefeito Léo Coutinho ainda não entendeu que foi derrotado e armou seus ‘pixilecos’ para fazer denúncia no Ministério Público de que a prefeitura não teria tido transparência na licitação”, afirmou o presidente Catulé.

O vereador Catulé denunciou o que classificou de “inimigos de Caxias” ao causa atraso o processo licitatório da merenda escolar. “Ministério Público é o fiscal da lei e tinha que tomar uma providência, recomendou ao prefeito que fizesse outro processo de licitação. E porque que eu digo que o prefeito Fábio Gentil caiu nessa armadilha? Ao fazer uma nova uma nova licitação é no mínimo dois meses e quando esta nova licitação for realidade o povo vai estar gritando, pais de alunos, professores...alunos passando fome, é isso que os inimigos de Caxias queriam. É isso!”.

Ainda na sua fala o presidente Catulé comentou sobre o caso do transporte escolar que já foi fiscalizado pela Controladoria Geral da União (CGU) e isso pode ter novos fatos. Mas, isso o Blog do Ludwig conta depois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com