Assembleia Legislativa

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

“Vingativos, arrogantes e prepotentes”, diz ex-prefeita com Flávio Dino e secretários

Chapadinha: ex-prefeita diz que Flávio Dino e secretários são “vingativos, arrogantes e prepotentes”.

Diego Emir - No interior Maranhão o caldeirão da política local já ferve em razão das eleições de 2018. Em Chapadinha, após os constantes ataques do atual prefeito Magno Bacelar à sua gestão, a ex-prefeita Dulcilene Belezinha resolveu romper o silêncio.

Belezinha, que deixou o comando da prefeitura há menos de dois meses se posicionou publicamente e desabafou.

Em entrevista aos apresentadores Luís Carlos Junior e Leo Castro, do programa “Direto ao Assunto”, de uma rádio local, ela disparou sem receio para todos os lados e não poupou o governador Flávio Dino, a quem ajudou na campanha de 2010.

Perguntada se o governo vai mesmo entregar as obras anunciadas ou suspenderá tudo de novo, ela detonou:

“Eu digo aquela frase bem popular: quem ama chapadinha será se ainda vota em Flávio Dino? Porque ele tá crucificando quase 100 mil habitantes”.

E continuou: “Porque a governadora Roseana, eu quero aqui fazer um elogio a ela. Ela sabia que eu não votei nela em 2010. Votei em Flávio Dino. Em 2012 eu fui eleita pelo povo de Chapadinha e logo em 2013 a governadora jantou na minha casa. O que eu pedi, a reforma do ginásio ela concedeu, pedi estradas, ajuda pra saúde ela concedeu em 2013 e 2014 (…). Pouco ou muito ajudou e deixou o convênio do mercado, deixou o convênio dos poços, deixou estradas”.

Questionada sobre o que o governo Flávio Dino fez em Chapadinha durante esses dois anos de mandato, ela foi enfática: “nada, nada, nada, praticamente nada. Ele trouxe um restaurante popular (…). A ex-prefeita ainda protestou: “Isso é uma obra impactante para um município como Chapadinha?”.  

Sobre Roseana e Flávio Dino Belezinha emendou:

“Então eu quero aqui fazer um elogio a Roseana e dizer ao Flávio Dino ou aos secretários dele, que são muito vingativos, prepotentes, arrogantes e eu posso afirmar. Porque a Roseana sabendo que eu não tinha votado nela, e eu disse a ela isso (…). Ela me agradeceu por eu ter sido sincera e o que eu pedi não ganhei tudo, eu não, chapadinha ganhou”, enfatizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com