Assembleia Legislativa

domingo, 18 de dezembro de 2016

Visita de Flávio Dino em Parnarama é marcada por vaias

Vaias e muito constrangimento na visita de Flávio Dino em Parnarama
A visita do governador Flávio Dino neste sábado (17) a cidade de Parnarama para entregar a reforma de uma praça teve momentos de constrangimento e muita vaia. Aliados do prefeito eleito daquela cidade, Raimundo Silveira até hoje não aceitam o discurso do suplente Rafael Leitoa dias atrás na tribuna da Assembleia. No discurso Leitoa considerou como absurda a diplomação de Silveira que segundo ele o novo prefeito de Parnarama responde por diversas ações judiciais e tem várias contas julgadas irregulares além de uma condenação por improbidade administrativa no Tribunal Regional Eleitoral.

Esse discurso de Rafael Leitoa foi o motivo principal para causar revoltar nos aliados de Raimundo Silveira que aproveitaram a presença do suplente de deputado na solenidade ao lado do governador Flávio Dino para vaia-lo. "Amigo aqui em Parnarama o Rafael Leitoa foi muito vaiado na inauguração das obras do governo. Mas foi triste, fiquei envergonhado", disse uma fonte aliada dos comunistas que acompanhou toda a solenidade.

Outro constrangimento foi juntar no mesmo espaço o atual prefeito Davi Carvalho e o prefeito eleito Raimundinho Silveira com seus devidos aliados. "O Davi 'deu piti' e ameaçou até sair do palanque por conta do adversário local", revelou a mesma fonte.
                      
Segundo acrescentou ainda a mesma fonte aliada dos comunistas, tanto nas falas do prefeito Davi Carvalho quanto do suplente Rafael Leitoa fizeram críticas ao prefeito eleito Raimundo Silveira e isso foi o suficiente para população presente rasgar mais vaias. E o grupo de cada um dos líderes  políticos estavam divididos nas cadeiras, um grupo de cada lado. "Se não fosse o governador para amenizar o ambiente o constrangimento seria maior", frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com