Assembleia Legislativa

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Nem A e nem B irá mandar no governo, afirma o novo prefeito de Caxias

O novo prefeito eleito de Caxias, vereador Fábio Gentil (PRB), o popular ‘Cabeludo’, concedeu entrevista na tarde desta terça-feira (04), a Rádio Tropical FM e foi curto e grosso em muitas indagações dos ouvintes.

Ao ser indagado sobre as influências que poderia sofrer em sua gestão por outros políticos, Fábio Gentil disse que está pronto para receber idéias boas, mas, irá filtrar. "Qualquer um político, qualquer um que mora na zona urbana ou rural pode me aconselhar, mas, eu irei filtrar tudo isso. E as decisões serão tomadas por mim, não existe culpabilidade de A ou B, serão minha. Os acertos eu receberei os aplausos, os erros as críticas. E não adianta querer confundir a cabeça do povo, nem A e nem B irá mandar no governo, as direções serão dada por mim, mas, estou pronto a ouvir qualquer um que tenha idéias boas".

Fábio Gentil acrescentou ainda que ele é quem será julgado pela sua gestão. "Quem foi para as ruas, fui eu, quem pediu votos fui eu, quem será julgado, serei eu! Pela minha administração. A questão disso, de pagamento, de concurso, de fazer funcionar a Saúde, de fazer funcionar a Educação será de responsabilidade minha, a escolha dos secretários é de responsabilidade minha. E quero dizer que irei escolher pela aquilo que achar importante, competência, se tiver”, frisou.

Sobre seu secretariado, ‘Cabeludo’ disse que o critério será a competência e não familiar e prometeu dar condições de trabalho a sua equipe. "Irei dar condições de trabalhar, se tiver realmente competência continuará, se não, imediatamente iremos substituir. Mas, não será condição familiar, e sim competência".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com