Assembleia Legislativa

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Governo Dino: Ideb revela que rede estadual de ensino no Maranhão tem nota inferior à meta de 2015

Ao que parece, tirar nomes dos generais que presidiram o Brasil no regime militar e de pessoas vivas dos estabelecimentos de ensino e a realização de eleição direta para diretores não resultaram em melhorias para o ensino no Maranhão, pois o estado não conseguiu atingir as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) traçadas para 2015, principalmente no que se refere às escolas da rede estadual. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (08) pelo Ministério da Educação.

O Maranhão, de acordo com o levantamento, só conseguiu superar a meta no nível de 4ª série ao 5º ano (ensino fundamental), quando são avaliadas todas as escolas (privadas, estaduais, federais e municipais), pois ficou com nota 4,6 para uma meta de 4,2, mas no nível da 8ª série ao 9º ano, a nota foi de 3,8 para uma meta de 4,2, e no nível de 3ª série/Ensino Médio, a nota foi de 3,3 para uma meta de 3,6.

No que diz respeito às escolas da rede estadual, o desempenho é frustrante, pois no nível de 4ª série ao 5º ano, a nota alcançada foi de 4,3, enquanto a meta era de 4,6; no nível de 8ª série ao 9º ano, para uma meta de 4,4, as escolas estaduais tiraram nota 3,8; e no nível de 3ª série/Ensino Médio, a rede estadual de ensino ficou com nota 3,1 para uma meta de 3,3.

O ensino privado também foi reprovado em todos os níveis: de 4ª série ao 5º ano, nota 6,1 para meta de 6,2; da 8ª série ao 9º ano, nota 5,5 para uma meta de 6,3; e 3ª série/Ensino Médio, nota 4,7 para uma meta de 5,5.

O Ideb é um indicador de qualidade dos ensinos fundamental e médio. O índice avalia a qualidade do ensino no país, com base em dados sobre aprovação e desempenho escolar obtidos por meio de avaliações do MEC. Desde a criação do indicador, foram estabelecidas metas que devem ser atingidas a cada dois anos por escolas, prefeituras e governos estaduais.

Leia mais no Maranhão Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com