Propaganda Superior

Propaganda Superior
Inscreva-se em nosso canal

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Desembargador Jamil Gedeon é o novo presidente do Comitê de Saúde

Antecessor no cargo, desembargador José Jorge Figueiredo anunciou que vai se dedicar ainda mais à ESMAM, da qual é diretor
Foto/divulgação: Ascom/TJMA
O desembargador Jamil Gedeon será o novo presidente do Comitê Estadual de Saúde. O nome do magistrado foi anunciado durante a sessão plenária jurisdicional do Tribunal de Justiça do Maranhão, nesta quarta-feira (9).

O desembargador José Jorge Figueiredo, que esteve à frente do cargo desde abril de 2020, quando foi convidado pelo presidente do TJMA, desembargador Lourival Serejo, disse que formalizou seu pedido de renúncia nesta terça-feira (8), depois de uma conversa com o presidente da Corte, em que relatou que estava acumulando muitas atividades e que pretende se dedicar ainda mais à Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM), da qual é diretor.

O presidente Lourival Serejo entendeu a justificativa apresentada pelo desembargador José Jorge Figueiredo. “Só tenho a lhe agradecer pelo que Vossa Excelência fez nesse Comitê. Fez a implantação, que foi o momento mais difícil e, até a data de hoje, teve uma atuação muito exemplar”. Em seguida, o presidente do TJMA deu as boas-vindas ao novo presidente do Comitê. “Desembargador Jamil, seja bem-vindo à nossa equipe de gestão”.

Depois de responder ao presidente Lourival Serejo de que aceitava presidir o Comitê Estadual de Saúde, o desembargador Jamil Gedeon (ex-presidente do TJMA, ex-corregedor geral da Justiça e ex-diretor da ESMAM) agradeceu a indicação, anunciada pelo desembargador José Jorge Figueiredo, a pedido do presidente do Tribunal.

REALIZAÇÕES

Ao comunicar o pedido de retirada do seu nome, o desembargador José Jorge Figueiredo lembrou que assumiu o compromisso com o presidente do TJMA e disse que procurou dar o melhor para que o Comitê Estadual de Saúde chegasse onde chegou, com várias realizações, como a instalação da Vara de Saúde, a criação do Natjus e do Cejusc da Saúde.

Explicou que, em fevereiro, foi eleito pelo Tribunal para ser diretor da ESMAM. Falou que conversou com o desembargador Lourival Serejo sobre o acúmulo de muitas atividades, sobre o seu então possível substituto e disse que o presidente concordou com a sua saída do cargo.

“Eu vou me dedicar, ainda mais, à Escola Superior da Magistratura. Vossa Excelência bem sabe que nós estamos trabalhando em várias frentes na ESMAM, inclusive com dois mestrados já quase finalizando os contratos e também uma especialização”, completou José Jorge Figueiredo. (Agência TJMA de Notícias).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com

MillerDesigner