quarta-feira, 5 de abril de 2017

Vereador Anderson Pêgo deixa base leitoista em desconforto na Câmara

Não é dito só pelos observadores da política de Timon, mas, até os aliados mais sensatos reconhecem que o prefeito Luciano Leitoa deve mudar as estratégias nesse segundo mandato a começar pela Câmara de Vereadores, embora já tenha feito mexida tímidas como é o mais novo caso da saída do vereador Raimundo da Ração e posse do suplente Tiago Carvalho, por sinal, sem efeito até o momento. Fora isso, ainda tem uma grande quantidade de aliados reclamando da falta de espaço na gestão municipal.

Mas, para completar ainda mais a dor de cabeça dos governistas, a situação na Câmara de Vereadores se agrava com o desempenho do oposicionista declarado, vereador Anderson Pêgo (PRB) que vem tirando o sono da base leitoista. Com o avanço do oposicionista, alguns governistas mais empolgados tentam sem sucesso fazer com que o vereador Anderson Pêgo pare com as denúncias e a revelação de outros fatos tornados público por ele na Casa.

Pautando sessões inteira na Câmara Municipal e até sofrendo intimidações no exercício do seu mandato quando visitou secretarias municipais recentemente para cobrar ações à população, na sessão desta quarta-feira (05), o vereador Anderson Pêgo fez mais um discurso polêmico. E com isso mais uma sessão na Casa para tentar contornar o que foi dito pelo parlamentar oposicionista.

Leitoa: confortável com os suplentes

Em seu discurso na manhã desta quarta-feira, o vereador republicano revelou que o prefeito Luciano Leitoa se sente mais confortável com o suplentes que assumem o mandato na Câmara. “Vereador Tiago [Carvalho] primeiro vou ter que responder vossa excelência. Criaram um 'puxadinho' da Secretaria de Desenvolvimento Rural para colocar o vereador Raimundo da Ração para que vossa excelência esteja aqui. Porque o prefeito se sente mais confortável com os suplentes porque o vereador Raimundo da Ração estava cobrando dele, então arrumaram esse ‘puxadinho’ da Secretaria de Desenvolvimento Rural pra colocar ele. E se perguntar para a maioria dos vereadores ninguém sabem nem o nome da secretaria e nem pra quer serve, foi só pra acomodar vossa excelência aqui nesta Casa”, disparou.

Tentativa de barra o trabalho...

Sobre suas visitas recentemente as secretaria municipais de Desenvolvimento Social e de Saúde, Pêgo revelou que sofreu tentativa de intimidações. "Eles tentam querer barrar o trabalho do vereador, eu fui atrás da cadeira de roda para a senhora porque a casa dela encheu de água e a Secretaria de Saúde tem esse programa. Eu não fui pedir nada para o vereador Anderson, não, quando se vai na Semdes pedir um caixão o vereador não está pedindo para ele, não, porque ele não morreu, mas, nós estamos trabalhando para as famílias carente e esse é um dos papéis do vereador".

Vai chamar a polícia – Caso passe mais uma vez a tentativa de intimidação que passou nas duas secretarias do município, o oposicionista disse que irar acionar a polícia. "E não vão me intimidar! A partir do momento que eu me ver intimidado por qualquer funcionário que seja de qualquer secretaria que seja eu irei chamar a viatura da polícia, para garantir a minha prerrogativa, para garantir os direitos da população e vou pedir que conduza o funcionário a delegacia para prestar esclarecimentos do delegado”, afirmou o vereador Anderson Pêgo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: ludwigalmeida@hotmail.com