Assembleia Legislativa

sexta-feira, 28 de abril de 2017

‘Meu grande sonho era ser candidato ao Senado’, revela Chico Leitoa

Que o ex-prefeito Chico Leitoa (PDT) tem vontade no corpo todo de ser candidato a Senado em 2018 isso quem acompanha a política de Timon não pode negar, mas, numa participação na manhã desta sexta-feira (28) no programa de rádio apresentado pelo radialista Jorge Simplício, o ‘Galo’ o histórico pedetista disse que seu sonho teve as chances diminuídas.

“...Depois outro sonho meu é ser candidato ao Senado mesmo sabendo que as minhas chances diminuíram. Mas meu grande sonho era ser candidato ao Senado. Aí tu me pergunta o que tu ia ganhar? Não, não sei se ia ganhar, mas, eu ia me candidatar”, disse Chico Leitoa durante participação por telefone ao programa do Galo.

Chico Leitoa disse ainda que hoje tem alguns limites para sua movimentação política, entre eles o estado de saúde da ex-primeira-dama de Timon, Dona Beta Leitoa. "E uma coisa que me impõe um certo limite nas minhas movimentações hoje que é a doença da Beta [Leitoa]. Não posso larga aí minha mulher doente e passar uma semana, duas semanas fora de casa”, frisou.

Perguntado pelo radialista o Galo se ainda vai entrar numa disputa por um mandato eletivo, Chico Leitoa despachou. "Não, não! Eu não vou mais me candidatar...".

Complicado – o ex-prefeito de Timon disse ainda que acha muito complicado seu nome ser pelo menos cogitado como possível suplente na chapa do deputado Weverton Rocha na disputa pelo Senado em 2018 por serem do mesmo partido, o PDT. "Acho que no Maranhão e em poucos lugares pode um candidato ter um suplente do mesmo partido dele. Até porque candidatura do Senado é candidatura de grupo, aí se você botar um [suplente] do mesmo partido limita um pouco o leque”. Mas, Chico Leitoa acrescentou ainda que, “Mas, um coisa é certa, eu só vou deixar de fazer política no dia em que eu perder 100% das minhas forças. Enquanto eu tiver força vou fazer política, e a boa política".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: ludwigalmeida@hotmail.com