Propaganda Superior

Propaganda Superior

sábado, 25 de julho de 2020

Presidente do STJ concede prisão domiciliar ao jornalista Arimateia Azevedo

Decisão foi proferida na noite desta sexta-feira (24) pelo ministro João Noronha
O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, derrubou na noite desta sexta-feira (24) a decisão da 2ª Câmara Criminal Especializada e concedeu prisão domiciliar ao jornalista Arimateia Azevedo. Na quinta-feira (23), o colunista do Portal AZ se apresentou à polícia e foi encaminhado para a penitenciária Irmão Guido em Teresina.

Aos 67 anos, Arimateia Azevedo tem vários problemas de saúde e faz parte do grupo de risco da covid-19. Com a nova decisão, o jornalista voltará a cumprir a prisão domiciliar que já havia sido concedida pelo desembargador Joaquim Dias de Santana Filho, no dia 17 de junho.

Ainda na noite desta sexta, o ministro João Otávio de Noronha comunicou sua decisão ao presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Martins, para execução imediata. O despacho foi assinado pelo presidente do TJ às 21h59. Veja abaixo:

“Encaminhem-se os autos à Coordenadoria Judiciária Criminal, com o fito de que cumpra a decisão proferida pelo STJ na qual restou deferido parcialmente o pedido de liminar "para que possa o paciente aguardar em prisão domiciliar o julgamento definitivo deste writ, mantidas as medidas cautelares impostas pela decisão liminar do relator na origem, bem como o afastamento da direção e de qualquer participação – administrativa, jornalística, consultiva e qualquer outra – no site de notícias Portal AZ ou qualquer outro veículo de imprensa, tradicional ou digital”, diz trecho da decisão.

As informações são do Portal AZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com