Propaganda Superior

Propaganda Superior

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Divulgada taxa de ocupação hoteleira em São Luís e Barreirinhas para o reveillon

O Maranhão vem se notabilizando como um dos principais destinos turísticos do Brasil. E para comprovar a preferência dos turistas pelas belezas dos atrativos turísticos maranhenses, o Booking, considerado o maior site de reserva, tarifas de viagens e de mecanismo de busca para hospedagem de hotéis, divulgou que a taxa de ocupação hoteleira para as cidades de São Luís e Barreirinhas, para o Reveillon, registrou até o momento, 89% e 80%, respectivamente no período entre 31 de dezembro de 2019 a 1° de janeiro de 2020.

O secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, destacou o registro de mais um expressivo índice na ocupação hoteleira do estado e a preferência dos turistas pelos atrativos turísticos maranhenses.

“A cada dia estamos acompanhando o engrandecimento dos nossos destinos. É motivo de grande felicidade saber que as belezas naturais e históricas do nosso Maranhão, terra de encantos tem dominado a preferência dos turistas”, destacou o secretário.

Dados de levantamentos realizado pelo Observatório do Turismo sobre a ocupação hoteleira durante os feriados e alta temporada no Maranhão em 2019 apontaram crescimento. A expectativa do setor hoteleiro de São Luís e Barreirinhas é de que a essa porcentagem de ocupação chegue a 100% nos próximos dias com a aproximação das festas de final de ano.

Seguindo a onda de cenário positivos para o período, o setor revelou também uma estimativa de projeção de crescimento de 6% no fluxo de visitantes na capital para este ano. Segundo a pesquisa, o fluxo de passageiros no aeroporto Marechal da Cunha Machado em São Luís somente neste ano, entre os meses de janeiro a outubro já obteve um crescimento de aproximadamente 5% em comparação a 2018, o que equivale a mais de 60 mil passageiros embarcando e desembarcando na capital. A expectativa até o final do ano é de mais R$ 1,7 milhão de passageiros no Aeroporto Marechal Cunha, de acordo com dados da Infraero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com