Propaganda Superior

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

PC do B quer eleger 60 prefeitos no Maranhão

O deputado federal, líder do PC do B na Câmara, afirmou que o partido pretende sair com candidato próprio na Ilha e em outros municípios
Com a aproximação das eleições de 2020 onde serão escolhidos prefeitos e vereadores em todo o estado, o deputado federal, Márcio Jerry,  líder do PC do B, na bancada da Congresso Nacional, revelou em entrevista a O Imparcial, de que forma o partido já começou a se articular para eleições de 2020.

Durante o bate-papo, o parlamentar afirmou que o partido pretende eleger 50 a 60 prefeitos; que o partido sairá com candidatura própria em São Luís e possivelmente em Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar que integram a Grande Ilha, além de projetar um cenário para as eleições de 2022 que o governador Flávio Dino pode seguir. Márcio Jerry, também falou sobre a libertação do presidente Lula, e que se faz necessário um projeto político para o Brasil que possa proteger a Constituição e a soberania nacional.

De que forma o partido vem trabalhando para as eleições de 2020?

Fizemos um processo de conferências municipais como são chamadas as nossas convenções, totalmente para atualizar as diretrizes do partido para as eleições de 2020 em cada um dos municípios do Maranhão, também renovas as direções partidárias, além de eleger delegados que participarão da conferência estadual que ocorrerá nos dias 22 e 23 de novembro aqui em São Luís. Um balanço muito positivo, um partido que mostrou muita vitalidade no Maranhão inteiro.

Fizemos 150 conferências municipais, temos cerca de 40 comitês que não fizeram conferências, mas que estarão presentes na conferência estadual, não fizeram por tramitações burocráticas, que existem. E nós teremos dos outros municípios convidados, que são pessoas, lideranças que não estão no partido, mas que já demonstraram interesse no partido, e que vamos fazer isso na próxima fase em  dezembro deste ano ate março do ano que vem. O partido projeta grandes conquistas eleitorais no ano que vem, repetindo a performance muito boa que o partido teve em 2016.

Qual a pretensão do partido para conquistar um número maior de prefeituras com relação às eleições de 2016?

Eu creio que nós vamos ficar entre o patamar de 2016 [que foram 46 prefeituras], e um patamar um pouco superior, a gente não vai decair. A conta mais previsível é que a gente tenha ai em torno de 50 a 60 prefeitos eleitos pelo partido no ano que vem.

As informações são do O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com