Propaganda Superior

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Pesquisa: Coronel Schneyder é o favorito para vencer eleição de prefeito em Timon

Coronel Schneyder lidera pesquisa para prefeito de Timon. Gestão Luciano Leitoa tem 67,44 % de desaprovação
Schneyder lidera pesquisa seguido de Rafael e Socorro
O Coronel Schneyder aparece como o favorito para vencer a eleição para prefeito de Timon em 2020, segundo pesquisa realizada entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro pelo Instituto de Opinião Pública JM.

Ex-comandante da PM na cidade, ele lidera em todos os cenários levantados.
Clique na imagem para ampliar
Na estimulada, o Coronel Schneyder aparece em primeiro lugar com 24,65% das intenções de voto. Em segundo está o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), com 14,21%. Na terceira posição aparece a vereadora professora Socorro Waquim, com 8,57%.

As informações são do Blog do Gilberto Léda.

Na sequência, o ex-vereador Jaconias Moraes (8,37%), seguido do ex-deputado estadual Alexandre Almeida (6,96%), o vereador Henrique Júnior com (2,97%), vereador Uilma Resende (0,91%), vice-prefeito João Rodolfo (0,45%), secretária de Educação, Dinair Veloso (0,35%), secretário de Saúde, Márcio Sá (0,20%), secretário de Parcerias e Investimentos, Victor Hugo (0,10%). Responderam “Outros” 0,66%, “Nenhum” 9,68% e “Não sabem/Não Opinou” 21,93%.

REJEIÇÃO
Clique na imagem para ampliar
No quesito rejeição, o resultado da pesquisa indica que 31,50% dos entrevistados não votariam no deputado estadual Rafael Leitoa; 16,48% não votariam na vereadora professora Socorro Waquim; e 6,40% não votariam no ex-deputado Alexandre Almeida tem 6,40%.

Líder na consulta, Coronel Schneyder é rejeitado por apenas 1,86% dos eleitores timonenses.

GESTÃO
Clique na imagem para ampliar
Sobre avaliação da administração do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), quando perguntado aos entrevistados “Você aprova ou desaprova a gestão de Luciano Leitoa?”, o resultado da pesquisa aponta que 67,44% desaprovam e 24,04% aprovam. “Não sabem/Não Opinou” foram 8,52%.

A pesquisa ouviu 1984 pessoas com grau de confiança estimado de 95% e a margem de erro máxima de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com