Propaganda Superior

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Caxias: Beneficiárias fazem desligamento voluntário do Bolsa Família após melhoria na renda familiar

Geralmente a procura das famílias pela Coordenação do Programa Bolsa Família é para conseguir se inscrever a fim de receber o benefício social. Aliás, centenas de pessoas ainda continuam indo ao órgão com este objetivo.

Atualmente, mais de 18 mil famílias são beneficiárias do Programa Bolsa Família no município. Nos últimos meses, com o bloqueio de muitos benefícios pelo Governo Federal, a coordenação recebe uma média de 300 famílias por mês em busca de inscrição no programa.

“O Bolsa Família é uma política consolidada, e tem tirado da pobreza muitas famílias. Ocorreu um caso em 2018 e agora mais dois casos de pessoas que vieram devolver o benefício. Quando isso acontece, o programa cumpre a sua função, porque mostra que o benefício ajudou no momento em que a pessoa estava passando por uma situação muito difícil, então é de suma importância esse benefício”, lembra Inês Torres, coordenadora do Bolsa Família e Cadastro Único.

Mas chamaram a atenção da coordenação do Bolsa Família e Cadastro Único as visitas de Karlene Pereira, que tem 3 filhos e reside no bairro Seriema, e Ana Amélia, que tem dois filhos e mora do bairro Campo de Belém. Ambas recebiam o benefício desde de 2012, mas agora vieram comunicar que não estão mais precisando do programa e fizeram o desligamento voluntário para dar oportunidades a outras famílias.

“Todo mês que chegava o período para receber eu ia com muita alegria para receber porque eu já sabia o que ia fazer com ele. Esses dias, eu já não sabia o que fazer, já estava gastando com besteira. Então eu caí na real e disse ‘eu não estou mais precisando do benefício’, por isso eu resolvi abrir mão do Bolsa Família. Eu creio que ele vai pra uma pessoa que está precisando”, frisa Karlene Pereira.

“O programa me ajudou bastante. Esse programa ajuda a família no momento em que ela mais precisa. Mas eu tinha em mente que, no dia em que eu melhorasse a situação, eu vinha aqui pra devolver e pedir pra sair do programa. Eu comprava alimentação e material escolar. Quando as coisas foram melhorando, pelo fato de eu trabalhar com vendas de cosméticos, aí então eu disse: ‘tá na hora de devolver’. Hoje eu ganho mais do que eu recebo no Bolsa Família e acredito que tem muita gente precisando mais do que eu”, diz Ana Amélia.

A coordenadora do Bolsa Família lembra que já é a terceira beneficiária que vem comunicar o desligamento do programa, porque a situação de vida melhorou. Ela lembra ainda um dos benefícios para quem faz o desligamento voluntário.

“O principal benefício para as pessoas que vêm fazer o desligamento voluntário é que, de acordo com a instrução operacional nº 48, é garantido o direito a essa pessoa, durante 36 meses, que se alguma coisa modificar na sua renda e ela voltar a precisar, ela pode retornar, nós desbloqueamos o cartão aqui e ela começa a receber novamente o benefício, sem passar por cadastro. O retorno dela é imediato, ela tem prioridade sobre todos que estão na fila esperando”, afirma Inês Torres.

As agora ex-beneficiárias do Programa Bolsa Família fazem questão de deixar um recado às famílias que, assim como as delas, melhorarem de vida, para que possam ceder espaço para que outras famílias também sejam contempladas com o programa.

“É importante a pessoa devolver, porque a pessoa que recebe sem precisar está tirando de outras pessoas que estão precisando. Se ela ficar recebendo, está tirando a oportunidade de outras, e hoje o que a gente mais precisa é ser mais humano com outras pessoas”, frisa Karlene.

“Que as pessoas que não estão mais precisando do programa venham devolver, porque tem pessoas que estão precisando mais do que a gente”, disse Ana Amélia.

“É importante que as famílias mantenham o cadastro atualizado com todas as informações”, disse a coordenadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com