Propaganda Superior

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

"Está tudo gravado, vereador recebeu R$ 13 mil em casa", diz Anderson Pêgo


O vereador Anderson Pêgo assumiu oficialmente a vice-liderança da oposição e fez revelações
Na sessão desta segunda-feira (05), o vereador Anderson Pêgo informou que assumiu oficialmente a vice-liderança da oposição na Câmara de Timon. "Hoje estou assumindo a vice-liderança da oposição deixada pelo vereador Adão que agora faz parte da base do prefeito Luciano Leitoa. Quero deixar claro que assumo a vice-liderança de forma tranquila e pode ter certeza população que o vereador Anderson Pêgo não se vende por R$ 13 mil deixado em casa", disse Pêgo.

Ainda na mesma sessão o vereador Anderson Pêgo fez revelações. "Agora recentemente que eu fiz junto com o vereador Tuá no Ministério Público viraram inquérito civil, que é o caso das caçambas por isso da alteração de um vereador e o caso do lixão. Ah! O vereador Adão saiu porque não admitia as coisas que acontece... Não, o vereador Adão saiu porque vai ser revelado as atitudes dele, em breve tudo será contado da forma que é pra ser contado dentro de um processo, dentro de uma pauta, dentro de uma coisa que vai ser constituída de forma legal e dois vereadores da Câmara podem perder o mandato. Aí quero ver quem está do lado da corrupção e quem vai está do lado do povo porque não se admite vereador receber R$ 13 mil em casa. Está tudo gravado, vereador recebeu R$ 13 mil em casa para poder votar projetos do prefeito Luciano Leitoa aqui!".

O vice-líder da oposição vereador Anderson Pêgo acrescentou, "O presidente desta Casa, vereador Helber Guimarães foi conversar com o prefeito porque é correto, os dois poderdes são harmônicos, para pelo menos saber a previsão de repasse da Câmara. E o prefeito fica dizendo, se votar o PPI eu aumento, o prefeito diz se votar o CIRA eu aumento! Quero dizer ao Ministério Público e quero dizer ao prefeito e aos demais vereadores que não existe a mínima possibilidade do vereador Anderson votar nesse CIRA porque o prefeito está utilizando esse projeto para negociar repasses para a Câmara".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com