Propaganda Superior

segunda-feira, 15 de julho de 2019

"Quem vai fazer a parte odontológica é a Polícia Militar, não estou entendendo!", dispara vereador de Timon

O vereador Anderson Pêgo quer saber informações sobre o dinheiro da Saúde de Timon
Em discurso na Câmara de Timon nesta segunda-feira (15), o vereador Anderson Pêgo tornou público uma situação preocupante na Saúde do município. "A Vila Angélica não tem médico à tarde na unidade básica de saúde, no bairro Mutirão não tem remédios e não está fazendo exames de glicemia e nem nada, até que papel que evita do paciente de ter contato com a maca está faltando. As unidades básicas de saúde que é para evitar que os pacientes chegue na UPA ou no Hospital do Parque Alvorada não está acontecendo e lembro que fizeram o maior estandalhaço com uma tal planificação que era pra dizer mas unidades básicas de saúde iam funcionar e isso nunca aconteceu", afirmou o parlamento.

"As unidades básicas de saúde agora estão sem os vigias, já não bastasse está sem os médicos, já não bastasse está sem os remédios, já não bastasse os equipamentos quebrados, agora não tem vigia, nem zelador, nem médico, está faltando é fechar! A zona rural era para ter 11 consultórios odontológicos, pelo menos é o que diz aquele relatório que a gente recebe mensal, mas, agora quem vai fazer a parte odontológica é a Polícia Militar, não estou entendendo! O dinheiro está vindo que é para os consultórios da zona rural está funcionando e estão gastando dinheiro com que? Agora Vereador Uilma disse que a Polícia Militar é que vai fazer o atendimento da zona rural, e o dinheiro da saúde? E o dinheiro dos 11 consultórios odontológicos que estão sem funcionar na zona rural?", indagou o vereador Anderson Pêgo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com