Propaganda Superior

terça-feira, 18 de junho de 2019

Grupo de Teatro Humanitas encerra primeira temporada de "O Soldado e a Florista"

Desde que estreou em novembro de 2018 o espetáculo infanto-juvenil “O Soldado e a Florista”, o Humanitas – Grupo de Teatro circulou com a peça por vários locais. Nos dias 22 e 23 de junho estará no Teatro João Paulo II, encerrando sua primeira temporada. Ao longo do Primeiro semestre deste ano a companhia esteve em todos os teatros da capital e nas cidades de Parnaíba e Bom Jesus. O espetáculo entra de férias depois de 7 meses ininterruptos de apresentação e volta no segundo semestre para uma segunda temporada nos pátios de escolas.

Então, se você quiser conferir o espetáculo dentro de um ambiente teatral, essa é uma grande oportunidade. A peça traz os recém-casados, o soldado João e a florista Maria decantam essa história d'amor em drama cênico. Maria adora flores e quer construir um jardim suspenso. João, por sua vez, adora aventuras e não medirá forças para realizar os sonhos de sua esposa. A montagem foi em comemoração à maioridade do Humanitas Grupo de Teatro que, em gancho de conquista do público infantil, estreou em novembro “O Soldado e a Florista”. O espetáculo dedicado às crianças marca uma nova etapa na trajetória da companhia dramática de Timon, no Maranhão, e tem atraído e emocionado, seguramente, crianças de todas as idades.

Na história de Adelvane Neia, Andrea Macera e Cid França ao chegarem ao local indicado, o Soldado e a Florista encontram a floresta devastada. Inicia-se uma busca para encontrar pistas e desvendar o ocorrido. Juntos enfrentarão a Senhorita Cinzenta, figura estranha, sem paciência para flores e cores, responsável pela destruição das árvores cantoras. O Humanitas - Grupo de teatro existe há 18 anos e ao longo da caminhada já participou de importantes festivais nacionais e internacionais e acumula prêmios de Melhor ator, Melhor espetáculo, dentre outros. A companhia é responsável pelo "Encontro dos artistas timonenses", "Paixão de Cristo de Timon" e "O Auto de Natal timonense".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com