Propaganda Superior

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Caso dos Loteamentos: Vereador analisa pedido de impeachment de Luciano Leitoa

Vereador Anderson Pêgo quer analisar pedido de impeachment no Caso dos Loteamentos em que o prefeito Luciano Leitoa assinou Decreto sem passar pela Câmara Municipal
Anderson Pêgo X Luciano Leitoa: Pedido de impeachment
O Caso dos Loteamentos (parcelamento de solo) e os Decretos assinados pelo prefeito Luciano Leitoa sobre isso dominaram a sessão na Câmara de Timon desta quarta-feira (24), tanto que a maioria dos parlamentares votaram pela anulação desse ato do Executivo. Mas, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereador Anderson Pêgo foi mais além, disse que vai consultar o setor jurídico para analisar se cabe um pedido de impeachment do prefeito Luciano Leitoa.

"É ilegal o ato do prefeito Luciano Leito de fazer decreto sobre parcelamento de solo... Nunca nenhum prefeito desrespeitou essa Casa usurpando o direito da Câmara. E quero dizer que o prefeito Luciano Leitoa vai responder um processo no Ministério Público Federal porque ele fraudou a autorização de parcelamento de solo e por essa fraude a cidade de Timon vai perder 500 casas”, afirmou o vereador Anderson Pêgo.

Sobre o pedido de impeachment do prefeito Luciano Leitoa o vereador Anderson Pêgo disse que, "Me dirigir ao cartório de imóveis e falei para o tabelião que o prefeito Luciano Leitoa está fazendo loteamentos na cidade por meio de Decretos ele disse que não acreditava. São 3 loteamentos e tem um que já foi registrado e tem contrato com a Caixa Econômica que é um banco público federal, isso vai envolver Polícia Federal, Ministério Público Federal e o prefeito vai responder por essa fraude dele. Esse caso eu já estou analisando junto ao jurídico para pedir o impeachment do prefeito Luciano Leitoa pelo crime que ele cometeu, qual a necessidade dele fazer esse Decreto se loteamento sempre passou pela Câmara?”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com