Assembleia Legislativa

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Consultor Fábio Gondim é cotado para assumir secretaria do Ministério de Minas e Energia

Senador Roberto Rocha com Fábio Gondim
O consultor legislativo Fábio Gondim é o nome mais cotado para ser o “número 2” do Ministério de Minas e Energia.

Gondim é um desconhecido no setor, mas já tem participado das reuniões da equipe de transição no CCBB, em Brasília.

Os jornais dizem que ele fez “campanha informal” para Jair Bolsonaro.

O Antagonista acrescenta mais algumas informações: foi secretário de Saúde do Distrito Federal na gestão do socialista Rodrigo Rollemberg; foi secretário de Fazenda e da Casa Civil no governo de Roseana Sarney, no Maranhão; em 2014, concorreu a deputado federal pelo PT do Maranhão; este ano, desistiu de última hora de concorrer ao mesmo cargo pelo PSDB.

“A indicação dele foi por mérito”

Atualmente, Gondim é chefe de gabinete do senador Roberto Rocha, do PSDB, que disse o seguinte a O Antagonista, dando como certa a indicação do funcionário:

“A indicação dele foi por mérito. Meu gabinete perde um excelente servidor, mas o país ganha um extraordinário técnico.”

Rocha acrescentou que Gondim foi chefe da consultoria de orçamento do Senado e entrou na política após ter sido apresentado por José Sarney à sua filha Roseana, de quem foi secretário no Maranhão.

“Ele fez o ajuste das contas do governo do Maranhão e, ao final, o estado foi reconhecido pela melhor gestão fiscal do país. Tanto que a Roseana pegou 4 bilhões de reais de empréstimo no BNDES.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com