Assembleia Legislativa

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Eliziane Gama já está na mira do patrulhamento comunista

Recém eleita senadora da República, Eliziane Gama já começou a sentir o patrulhamento comunista
Eliziane Gama justificou ausência via rede social
A ausência da deputada federal e senadora eleita Eliziane Gama (PPS) no ato pró-Haddad em São Luís motivou ataques a mesma tanto por setores da imprensa ligada aos Leões como também da "Patrulha Comunista", apelido a pessoas próximas do governador Flávio Dino que monitora o comportamento dos aliados.

Antes de se pronunciar publicamente e também depois, Eliziane Gama foi atacada duramente nas redes sociais onde a principal acusação era de traição ao governador Flávio Dino.

“A deputada @elizianegama informa que não está participando das atividades políticas no MA devido tratamento de saúde realizado fora do Estado. Ela reafirma compromisso com o Maranhão e o apoio incondicional e integral ao seu grupo político comandado pelo Governador @FlavioDino”, justificou a assessoria da deputada Eliziane Gama.

Não declarou apoio

Eliziane Gama justificou sua ausência no ato pró-Haddad alegando tratamento de saúde, mas, não registrou declaração de apoio a candidatura dele, o que deve acirrar mais ainda a intolerância da “patrulha”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com