Assembleia Legislativa

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Deputados maranhenses gastaram R$ 3,1 milhões em propaganda

Os deputados federais maranhenses gastaram 35% da famigerada “cota parlamentar” com divulgação de suas atividades
Em 2017: Cléber, R$ 327 mil; Rubens, R$ 324 mil; Hildo, R$ 312 mil; Luana, R$ 307 e Eliziane com R$ 240 mil
Um velho ditado na administração arma que “propaganda é a alma do negócio” e, aparentemente, na política esta expressão ganha ainda mais força, principalmente quando se aproximam as eleições.

Em 2017, os deputados federais maranhenses gastaram 35% da famigerada “cota parlamentar” com divulgação de suas atividades, ou seja, publicidade. Os valores ultrapassaram a marca dos R$ 3,1 milhões. Vale ressaltar que este montante gasto foi reembolsado aos parlamentares, de acordo com a legislação brasileira.

Entre os maranhenses, o grande campeão da publicidade parlamentar no ano passado foi Cléber Verde (PV), que gastou R$ 327 mil, seguido de perto por Rubens Pereira Júnior (PCdoB) com R$ 324 mil. Completando os cinco primeiros, estão Hildo Rocha (MDB) com R$ 312 mil, Luana Costa (PSC) com R$ 307 mil e Eliziane Gama (PPS) com R$ 240 mil. Dos 18 parlamentares, apenas Pedro Fernandes (PTB) não declarou, nem pediu reembolso de qualquer valor relacionado como divulgação de atividade parlamentar. Além dele, Aluísio Mendes (Pode) e Waldir Maranhão (PSDB) foram os que menos gastaram com publicidade, com R$ 62 mil e R$ 67 mil, respectivamente.

Historicamente, os números tendem a subir com a proximidade das eleições. Em 2016, por exemplo, os gastos com publicidade foram de R$ 2,2 milhões. Para efeito de comparação, os deputados maranhenses gastaram 36% a mais com publicidade em 2017. A média mensal subiu de R$ 189,6 mil para R$ 258,4 mil.

Em 2018, com apenas três meses integralizados, os gastos já chegaram na casa dos R$ 847 mil. Com apenas cinco deputados (Alberto Filho, Junior Marreca, Juscelino Filho, Rubens Júnior e Victor Mendes) divulgando os seus gastos referentes ao mês de abril. A informação é do O Imparcial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com