Assembleia Legislativa

terça-feira, 27 de março de 2018

Caso dos “vereadores inconfiáveis” na base do governo Leitoa: Helber Guimarães confirma olhando para Uilma Resende

O racha na base do prefeito Luciano Leitoa só aumenta na Câmara de Vereadores e segue sem entendimentos
Helber sobre o caso dos "vereadores inconfiáveis": "Você [Uilma Resende] disse..."
O vereador Helber Guimarães fez coro durante a sessão desta segunda-feira (26), ao que disse o colega de Casa, Kaká do Frigosá em entrevista (reveja) recente a imprensa onde este afirmou que, "No dia em que nós fomos tirados da chapa do Juarez e foram colocados [os vereadores] Jair, Chagas, Uilma e o Celso... Foi dito pelo presidente Uilma que nós não éramos de confiança do prefeito [Luciano Leitoa]...”.

"Não queria colocar isso não, mas, no dia lá no NEP com todo respeito ao meu presidente [vereador Uilma Resende], você disse que as pessoas de confiança eram aqueles ali”, disse Helber Guimarães confirmando o que foi dito recentemente pelo vereador Kaká do Frigosá sobre “os vereadores inconfiáveis” na base do prefeito Luciano Leitoa.

De imediato o presidente da Câmara, vereador Uilma Resende retrucou dizendo, “... Mas, eu não falei. Aí tem dois dizendo que eu falei e nove dizendo que eu não falei, mas, tudo bem eu não vou entrar nessa discussão”.

"Os inconfiáveis"

Antes de anunciar oficialmente seu rompimento político com o prefeito Luciano Leitoa (reveja), quem também trouxe a público o mesmo assunto sobre "os vereadores inconfiáveis" na base governista foi a vereadora professora Cláudia Regina também durante uma entrevista a imprensa (reveja). "Desde o mês de abril do ano passado o vereador Juarez trabalhou a composição de uma chapa, mas, quando foi no frigir dos ovos ele chegou para mim e para o vereador Kaká, ele falou que o prefeito não confiava na gente então tirou os nove, ficou só ele e compôs com o restante da outra chapa", disse a vereadora. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com