Assembleia Legislativa

sábado, 20 de janeiro de 2018

Eduardo Braide sobre tratamento dado a Zé Reinaldo: “Uma tremenda injustiça”

Eduardo Braide diz que candidatura ao governo do Maranhão depende do povo
Jorge Aragão - Nesta sexta-feira (19), o deputado estadual e pré-candidato ao Governo do Maranhão, Eduardo Braide (PMN), concedeu entrevista ao titular do Blog do Jorge Aragão, na Rádio Mirante AM, no programa Ponto Final.

A entrevista durou cerca de 90 minutos, onde Eduardo Braide respondeu a inúmeras perguntas, a maioria dos ouvintes, e não se furtou a comentar nenhum assunto. A entrevista inclusive na íntegra está na página de facebook do parlamentar.

Entretanto, o questionamento principal era se Eduardo Braide iria ou não disputar o Governo do Maranhão. Braide não negou que já conversou sobre o assunto e que vai depender da vontade do povo maranhense.

“Já fui procurado por algumas lideranças políticas e alguns dirigentes partidários, mas ainda estamos conversando. Tudo depende do anseio e vontade da população maranhense”, afirmou.

Braide também falou sobre composição de uma chapa majoritária e não negou que já tenha conversado com os deputados Alexandre Almeida (estadual) e José Reinaldo Tavares (federal) sobre o assunto. Inclusive sobre o ex-governador, Braide lamentou o tratamento que ele esteja recebendo do grupo do governador Flávio Dino e afirmou que ele possui uma candidatura viável no palanque que estiver.

“Acho que é uma tremenda injustiça o que tem acontecido com ele, entendo que ele deveria ser o primeiro candidato a ser escolhido na chapa do governador, não só pela ligação que tem com o próprio governador, como por tudo que já fez pelo Maranhão. Tenho certeza que onde quer que o ex-governador José Reinaldo Tavares estiver, tem chances reais de se eleger senador pelo Maranhão”, destacou Braide.

O deputado estadual também lamentou a desunião da classe política do Maranhão e disse que o Estado precisa de um governador que tenha essa preocupação, de unir a classe política.

“Um governador precisa ter em mente que tem a missão de fazer com que a classe política se una a favor do povo maranhense. O Maranhão precisa de um governador que trabalhe pela união dos maranhenses, principalmente da classe política”, finalizou.

E assim segue Eduardo Braide, mesmo sem confirmar que é candidato ao Governo do Maranhão, surgindo como uma terceira via de verdade e perfeitamente capaz de surpreender nas eleições de 2018, assim como fez em 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com