Assembleia Legislativa

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Tudo orquestrado, afirma o presidente Uilma Resende após a saída do vereador Tuá

Clima segue tenso na base do prefeito Luciano Leitoa. Após determinar a saída do Dr. Tuá, o presidente Uilma Resende se pronunciou na tribuna da Câmara
Uilma Resende se pronuncia determinar a saída de Dr. Tuá
Um bate boca causado por uma questão de ordem na Câmara de Timon onde terminou o presidente Uilma Resende determinando que o vereador Dr. Tuá se retirasse do plenário (reveja), teve mais um capítulo. Após encerrar a sessão ordinária para iniciar uma audiência pública – fato questionado por Dr. Tuá com base no regimento interno – o presidente Uilma Resende discursou por último encerrando evento e aproveitou para dar suas versões sobre o imbróglio. A determinação para que Dr. Tuá saísse do plenário passa a fazer parte da história recente da Câmara de Timon na era Leitoa.

Sobre o episódio, Uilma Resende pediu desculpas e justificou que foi um fato isolado aos presentes na audiência pública. "Encerro minhas palavras pedindo desculpas aos meus senhores se algum caso que aconteceu aqui hoje alguma má impressão da nossa Câmara, da nossa cidade e eu espero que isso se apague porque isso que ocorreu foi fato isolado”, frisou Resende.

Tudo orquestrado

Ainda sobre os momentos tenso na Câmara de Timon nesta segunda-feira, o presidente Uilma Resende disse que tudo foi orquestrado. "... Pasmem ainda e isso me deixa muito mais triste que tudo isso foi orquestrado... Por conta da eleição da mesa diretora que ainda vai acontecer no ano que vem. Eu fico muito triste com isso de ver que algumas pessoas colocam seus interesses pessoais na frente do coletivo”.

Aos que se retiraram...

Uilma Resende fez questão de citar nome por nome dos vereadores ficaram para discutir na audiência pública. "Foi o vereador Zé Carlos, o vereador Ivan do Saborear, o vereador Jair Mayner, o vereador Chagas Cigarreiro, o vereador Henrique Júnior, o vereador Adão da Ceasa, o vereador Ramon Júnior e o vereador Uilma Resende", acrescentando que, "... Aqueles que se retiram estavam olhando para o umbigo deles e quando eles voltarem daqui há quatro anos vocês tem a resposta, não será eu que tenho que dar essa resposta".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com