Assembleia Legislativa

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Nicolao Dino é barrado na posse de Dodge

Nicolao Dino foi preterido pelo presidente Michel Temer para comandar a PGR
O Globo - Os minutos que antecederam a posse de Raquel Dodge como procuradora-geral da República foram marcados por uma gafe. Seguranças barraram a entrada de Nicolao Dino, vice-procurador-geral eleitoral na gestão de Rodrigo Janot e o mais votado da lista tríplice formada para escolha do chefe da Procuradoria-Geral da República (PGR). Raquel foi a segunda mais votada, e acabou escolhida para o cargo por Temer.

Nicolao é muito próximo a Janot, que não deve comparecer à posse de sua sucessora. Os dois são de alas opostas dentro da PGR. Ele acabou preterido por Temer, porque é alinhado a Janot e também é irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), adversário do clã Sarney, fiador do governo Temer. O presidente foi denunciado por Janot por duas vezes, uma por corrupção passiva e outra por organização criminosa e obstrução de justiça.

A gafe durou poucos minutos. Nicolao entrou pelo acesso destinado à imprensa, e acabou barrado pelos seguranças. O clima esquentou, em razão da reação de integrantes da PGR que estavam com o vice-procurador-geral eleitoral e que tentavam explicar aos seguranças quem era Nicolao. Os seguranças cobravam uma identificação especial, necessária para o acesso ao auditório.

O acesso foi dado a ele e às pessoas que o acompanhavam logo em seguida. Eles entraram no auditório minutos antes do horário previsto para o início da posse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com