Assembleia Legislativa

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

“Nós temos no Maranhão um governo fascista”, afirma vereador Anderson Pêgo

Exoneração do comandante do batalhão da Polícia Militar de Timon não foi bem aceita na Câmara
A situação crítica da Segurança Pública e a exoneração do comandante do 11º Batalha da Política Militar em Timon, coronel Jairo Xavier dominou os discursos na sessão desta quarta-feira (02) na Câmara de Vereadores.

Ex-membro da Polícia Militar do Maranhão, o vereador Anderson Pêgo (PRB), foi um dos parlamentares timonenses que fez um dos discursos mais contundente na defesa de melhorias no setor de Segurança Pública em Timon como também criticou duramente a atitude do governador Flávio Dino sobre a exoneração do coronel Jairo Xavier. "Hoje nós temos no Maranhão um governador fascista. O que é um governo fascista, é um governo autoritário criado na Itália que não deixa ninguém se expressar, é um governo que amordaça, é um governo que persegue, é um governador bandido!”, disse o vereador.

Sobre a postura do governador Flávio Dino o vereador do PRB disse que, “o governador não pode ver ninguém criticando ele que usa a estrutura do governo do estado para perseguir, ele usa a Secretaria de Segurança Pública para perseguir! Se isso não é ser um governo fascista, um governo autoritário, um governo que não reconhece seus erros... Mas, não foi isso que o comunista disse na campanha".

Denúncia

"E o coronel Xavier por ter coragem de falar, por ter coragem de dizer que em Timon nós não temos efetivo suficiente, por ter coragem de dizer que a prefeitura é que está bancando a gasolina... Prefeito Luciano, Vossa Excelência está tirando o dinheiro dessa gasolina de onde? Esta roubando? Está tirando de onde? Vossa Excelência tem que justificar como a gasolina está parando nos tanques das viaturas da Polícia Militar. Isso é caixa dois! Isso é desvio de dinheiro público!", denunciou o vereador Anderson Pêgo.

Caso das motos

As motos doadas pela prefeitura de Timon à Polícia Militar fruto de uma compensação ambiental por parte de uma empresa privada também foi tema do discurso do vereador Anderson Pêgo. "E aí o coronel abre a boca para dizer que as motos estão encostadas, porque? Na propaganda o prefeito diz que você pode ficar até às onze horas da noite na porta de casa que a viatura e o policial baixa o vidro e dá um tchauzinho. Tá gravado! Que mentira!É o governo da propaganda! É o governo da Sofia Comunicação que já recebeu quase R$ 1 milhão".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com