Assembleia Legislativa

domingo, 2 de julho de 2017

"R$ 80 milhões anistiados", diz Sindicato sobre a situação da prefeitura com a Previdência

Sindicato revela que o débito superior a R$ 80 milhões da prefeitura de Timon com a Previdência foi anistiado

Nota do SINSEP
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timon (SINSEP), publicou neste domingo (02) uma Nota que relata sobre um pedido de informações ao presidente do Instituto de Previdência do Município de Timon (IPMT), Lázaro Martins ainda em abril deste ano e mesmo reiterando não obteve resposta até agora. Como o SINSEP não foi atendido como obriga a Lei de Acesso a Informação, o caso virou uma ‘briga’ judicial.

“Em abril de 2017 o Sindicato dos Servidores Públicos de Timon solicitou informações ao presidente do IPMT e mesmo reiterando não obteve resposta. Não se sabe qual o real motivo do silêncio do presidente, Lázaro Martins. Por esse motivo a assessoria jurídica recorreu à justiça para obter as informações”, diz a Nota da entidade.

Mas, no texto divulgado pelo SINSEP numa rede social assinada pela Diretoria de Comunicação da entidade traz uma informação que poucos sabem, a anistia de um débito superior a R$ 80 milhões através de uma lei. “Com um débito de mais de 80 milhões anistiados pela Lei Municipal 41/2016 aprovada na calada da noite, a Prefeitura entende que não deve aos cofres da previdência”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com