Assembleia Legislativa

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Citado por lobista, ex-ministro sumiu das rodas de políticos em Brasília

Silas Rondeau costumava frequentar endereços do ex-presidente José Sarney e do senador Edison Lobão
Em depoimento prestado ao juiz federal Sergio Moro na quarta-feira (19), o lobista Jorge Luz, preso em Curitiba pela Lava Jato, citou o ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau como um dos favorecidos com recursos desviados da Petrobras.

Logo após a operação da PF ter sido deflagrada em 2014, ainda era possível ver Rondeau em escritórios de advocacia de Brasília e em endereços ligados ao ex-presidente José Sarney e ao senador Edison Lobão (PMDB-MA). De uns tempos para cá, no entanto, Rondeau sumiu das rodas de políticos da capital federal. (Coluna Expresso) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com