Assembleia Legislativa

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Vereador Anderson Pêgo volta a fazer denúncias contra a Saúde de Timon

Cada discurso uma revelação. O vereador Anderson Pêgo (PRB) voltou a fazer novas denúncias contra a Saúde de Timon que tem à frente o secretário Márcio Sá, na pauta a situação atual e a falta de atenção do governador Flávio Dino com o setor. "Nós tínhamos o doutor Danísio Marabuco, um médico renomado, conceituado que era secretário de Saúde e o prefeito tirou para colocar uma pessoa que ele mandasse e desmandasse que é o Márcio Sá", frisou o vereador. E disse ainda que, "está lá justamente para fazer o que o prefeito manda, tanto é que foi condenado por assinar uma licitação fraudulenta de dez milhões de reais".

“Escala de Escravidão” - Anderson Pêgo denunciou ainda a questão salarial dos enfermeiros e a escala de serviço do hospital do bairro Parque Alvorada. "Aí você pega um enfermeiro do hospital do Parque Alvorada, recebe mil e dezenove reais por mês para trabalhar numa escala de escravidão que voltou a partir do dia dois de maio, 24 por 48 [horas], é proibido pela lei. O secretário [Márcio Sá] está cometendo um crime, é proibido pela lei um enfermeiro e um técnico de enfermagem trabalhar 24 horas em condições insalubres por eles não recebem insalubridade”, disse o parlamentar.

Denúncias da funcionária

Ainda no seu discurso o vereador Anderson Pêgo fez questão de citar o caso em que uma funcionária do hospital do Parque Alvorada denunciou num grupo de WhatsApp o que vem ocorrendo naquela unidade de saúde (veja). "Você ver a enfermeira lá do [hospital] Parque Alvorada nos grupos de WhatsApp desesperada porque até o hospital tem que fazer curativo, coisas que era pra se fazer nas unidades básicas de saúde". Sobre as unidade de saúde de Timon o vereador Anderson Pêgo acrescentou que, "Você vai às Unidade Básica de Saúde e não tem uma AAS [aspirina], nem um Dipirona, não tem um curativo, não tem quem aplique uma vacina. A culpa é do Anderson? Prefeito coloque um técnico, coloque uma pessoa que entenda! Tire esse rapaz!".

"Secretário Márcio Sá peça pra sair, prefeito tire esse secretário, ele é inoperante, ele está gastando o dinheiro do povo não sei com que, menos com Saúde Pública. Porque se ele não está fazendo Atenção Básica ele não está fazendo nada!”, lamentou o vereador Anderson Pêgo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com