Assembleia Legislativa

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Caxias: O chororô de Magno Magalhães e o esforço do Sargento Moisés

Magno e Moisés: a liderança...
Chororô. Embora tenha deixado a liderança do governo na Câmara Municipal sem criticar o inquilinato palaciano, justificando que a sua saída da função se dera por incompatibilidade profissional com as exigências inerentes à liderança governista na Casa do Povo, nas o médico e vereador Magno Magalhães é só chororô...

Entre os seus... Apesar de diplomático e elegante na justificativa, colegas de Parlamento dizem, porém, que na conversa entre os seus Magalhães confessa que entregou o cargo porque não teria recebido quase nada do acordado durante as negociações de sua adesão ao Palácio da Cidade...

No silêncio... O que, no caso de Magno Magalhães, parece contraditório, pois, embora reclame nas coxias, em público continua sendo da base aliada situacionista. Decerto que na Casa do Povo ele não tem mais usado a tribuna, mas mesmo no seu silêncio fica implícita sua condição de governista...

Das tripas coração... Afora que, se é ou foi a coisa como conta Magalhães nos bastidores, por que então seu colega Sargento Moisés tem feito das tripas coração para ocupar a função de líder agora vaga?...

Sendo copiado... O esforço de Moisés para se tornar o novo líder do governo, aliás, já começou inclusive a ser copiado por outros integrantes da confraria legislativa caxiense... Tem aí, portanto, algo que não se encaixa na história.

(Coluna Caxias em Off)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com