quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Sem quadros, Flávio Dino enche o governo de sarneysistas

Dino e Lucas, mais um sarneysista em um governo cheio deles
Mais um. A presença de mais um membro do chamado grupo Sarney ­ ou pelo menos próximo da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) ­ reforça a tese da falta de quadros no governo dinista.

Para conseguir tocar o barco até aqui, o comunista teve que recorrer a Fernandes, Vieiras, Oliveiras e Cafeteiras de todos os naipes. Os mesmos que ele gritava querer derrotar nas eleições de 2014.

Acordo. Mas o próprio Pedro Fernandes disse que não há acordo fechado entre o seu partido e a candidatura à reeleição de Flávio Dino em 2018.

Segundo ele, ainda há o que se conversar para que esse acordo seja efetivado para as eleições do próximo ano. Para o filho, os acordos já foram fechados e laços estão sendo formados.

(Coluna Estado Maior, jornal O Estado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: ludwigalmeida@hotmail.com