quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Mais asfalto ou menos? Alexandre Almeida denuncia a péssima qualidade do serviço em Timon

Pouco asfalto... Ou quase nada!
Durante Sessão Plenária Especial realizada no final da manhã desta quarta-feira, 15, na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, o Secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, foi prestar esclarecimentos sobre o asfaltamento de rodovias e o Programa Mais Asfalto. O deputado Alexandre Almeida (PSD), entre outros questionamentos e denúncias, apresentou imagens de ruas em Timon que receberam asfaltamento e estão em situação precária, seja pela falta de planejamento ou pela péssima qualidade do serviço.

“Eu tive o cuidado de visitar diversos bairros de Timon que receberam o Programa Mais Asfalto e a situação é triste. Uma rua pavimentada melhora a vida das pessoas, mas o que foi feito em Timon não melhora a vida de ninguém. Foram ruas asfaltadas às vésperas da eleição, que não receberam uma preparação adequada, não foi feito sarjeta, nem meio fio, algumas estão menores que a metragem que foi estabelecida no contrato, e a situação hoje é que muitas ruas estão intrafegáveis”, denunciou.

O parlamentar lembrou ainda, que no dia 03 de dezembro de 2016 protocolou requerimento na secretaria de Infraestrutura pedindo informações sobre o asfaltamento da MA-040, bem como as cópias do projeto básico e do projeto executivo da obra. “Até o presente momento eu não recebi nenhuma dessas informações, mesmo já tendo se passado tanto tempo do protocolo desses pedidos. De acordo com a constituição estadual, a mesa diretora da Assembleia poderá encaminhar pedidos escritos de informação aos secretários de estado e estes possuem prazo de 30 dias para enviar essas informações, sob a pena de estarem cometendo crime de responsabilidade. Mas a minha intenção é apenas que tenhamos transparência nestas informações”, destacou.

Alexandre Almeida também lembrou que os recursos que estão possibilitando a realização dessas ações de asfaltamento são oriundos da operação de crédito que foi aprovada pela Assembleia em 2013, e que permitiu ao Governo do Estado do Maranhão obter recursos junto ao BNDES. “Lembro muito bem secretário que naquela ocasião o seu partido, o PC do B, foi contra o empréstimo. Lembro que vocês diziam que os contratos do governo Roseana eram todos viciados, que eram todos superfaturados, mas me causou espanto que o secretário Clayton Noleto tenha renovado quase todos esses contratos que ele mesmo condenava”, ressaltou.

Finalizando a sua fala, Almeida enfatizou ser à favor do Programa Mais Asfalto e das obras realizadas, desde que o programa seja transparente e as obras tenham qualidade. "O asfalto traz uma série de benefícios à população, isso é inquestionável, mas o desperdício do dinheiro público em obras sem planejamento e sem qualidade é um desrespeito e demonstra descaso com a população", disse. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: ludwigalmeida@hotmail.com