Assembleia Legislativa

sábado, 21 de janeiro de 2017

Caxias: Ex-prefeito Léo Coutinho pode interpelar judicialmente a atual secretária de Saúde

O não pagamento do salário dos médicos de Caxias tem gerado muita polêmica, e a última envolve o ex-prefeito Léo Coutinho e a atual secretária Municipal de Saúde, médica Socorro Coutinho. O ex-prefeito disse que não poderia empenhar o salário de dezembro do mês porque os recursos só caem no dia 10 do mês seguinte. No caso, o dinheiro para esse fim - Média e Alta Complexidade (MAC) -, foi depositado no dia 10 de janeiro, já na gestão do prefeito Fábio Gentil. Essa informação está na Coluna Caxias em Off do jornal Pequeno deste sábado (21) assinada pelo jornalista Jotônio Viana.

"Léo Coutinho acrescentou ainda que antes de deixar o cargo pagou o salário de todos os demais servidores da Saúde, menos o dos médicos, exatamente por conta da divisão na data dos repasses dos recursos destinados à atenção básica e à média e alta complexidade", diz o jornalista.

Interpelar - Léo Coutinho disse ao redator da coluna Caxias em Off que está pensando seriamente em interpelar na Justiça a secretária Socorro Coutinho porque esta estaria "insistentemente atribuindo ações irregulares à minha gestão, culpando-me inclusive de atos que não estavam mais afetos à minha responsabilidade nem se deram na minha administração, mas já na gestão do meu sucessor".

“Transição pacífica. Léo Coutinho também relembrou a fala do próprio prefeito Fábio Gentil quando o mesmo elogiou a maneira com que a transição de governo vinha se dando na época, na qual citou especificamente como exemplos da boa relação e da transferência pacífica de governo os ex-secretários da Saúde, Vinícius Araújo, e o da Fazenda, Berilo Araújo...", acrescentou o jornalista Jotônio Viana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com